Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Focos do mosquito Aedes aegypti em Indaial já é maior do que em todo ano de 2019

 

 

 

No primeiro trimestre de 2020, o número de focos do mosquito Aedes aegypti em Indaial foi superior ao do ano inteiro de 2019. Até o mês de março, o Programa de Combate à Dengue do município já identificou 43 focos, contra 41 do ano anterior.

Os bairros infectados são: João Paulo II (14), Nações (8), Encano Baixo (4), Benedito (3), Encano do Norte (3), Mulde (3), Rio Morto (2), Sol (2), Estados (1), Carijós (1), Tapajós (1) e Estrada das Areias (1).

De acordo com o responsável pelo Programa em Indaial, Eduardo Rafael Prim, de modo geral o número de focos em Santa Catarina vem crescendo assustadoramente, com um aumento de aproximadamente 17% em relação ao primeiro trimestre de 2019. “Vários municípios foram considerados infestados pelo mosquito, inclusive cidades que fazem divisa com Indaial”, explica.

“Logo, é impossível que o mosquito não chegue em nossa cidade, mas com o trabalho diário dos agentes de endemias e o auxílio da população podemos impedir que ele se prolifere em Indaial”, enfatiza Eduardo.

Nesse período de quarentena, com grande parte da população em casa, é fundamental que todos façam a limpeza do quintal ao menos uma vez por semana, seguindo as orientações a seguir:

– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
– Mantenha lixeiras tampadas;
– Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
– Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
– Mantenha ralos fechados e desentupidos;
– Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;
– Retire a água acumulada em lajes;
– Limpe as calhas, evitando que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;
– Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;
– Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito.

Em caso de dúvidas, denúncias ou orientações, os moradores de Indaial devem entrar em contato através do telefone 3317-2100 ou pelo Whatsapp 3317-2110.

Fonte: Prefeitura de Indaial

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top