quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioGeralFeira do peixe vivo acontecerá todos os dias da semana que vem

Feira do peixe vivo acontecerá todos os dias da semana que vem

Peixe

Uma boa notícia para quem quer pagar R$ 6,00 o quilo das carpas e tilápias. Ou se você adora cascudos e traíras, o quilo deles custará R$ 12,00. É a feira do Peixe Vivo, que estará funcionando excepcionalmente durante toda a Semana Santa. Como nesse período há uma grande demanda por peixes, a comercialização começa na segunda-feira, dia 30 de março, e segue até o sábado, dia 4 de abril. Durante a semana, o horário será das 8h às 17h. Durante todo o mês de março, a feira já funcionava das 8h às 12h aos sábados, como acontecerá novamente neste final de semana.

Mas o preço só se aplica às espécies citadas, que são as mais produzidas pelas lagoas de nossa região. A tradicional Feira do Peixe Vivo é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) da Prefeitura de Blumenau, por meio da Diretoria de Desenvolvimento Rural (DDR). A feira visa incentivar a produção e o consumo de produtos locais.

De acordo com Iremar José Blum, diretor de desenvolvimento rural, a Feira do Peixe Vivo é muito tradicional na cidade de Blumenau e a comunidade está habituada a comprar. “Procuramos trabalhar para que a população possa ter à disposição pescados frescos, vindos da agricultura familiar da cidade, a um preço acessível”, comenta Iremar. “Assim, valorizamos a produção local e proporcionamos qualidade a quem compra esses produtos”.

Mas é importante lembrar, que o preço do peixe é ele “sujo”. Os comerciantes também oferecem o serviço de limpeza (retirar escamas, órgãos internos, etc), mas nesse caso é cobrado a mais. Mesmo assim, ainda vale a pena.

Marque aí na sua agenda:

  • 28/03 (sábado) – das 8h às 12h;
  • Segunda (30/3) a quinta-feira (2/4) – das 8h às 17h;
  • Sexta-feira (3) e sábado (4) – das 8h às 12h;

Local: Feira Livre – rua Humberto de Campos, bairro Velha, próxima ao Parque Vila Germânica

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS