sábado, 27 novembro 2021
InícioEconomiaFaltam poucos dias para o início da Expedição KilimanPark

Faltam poucos dias para o início da Expedição KilimanPark

Expedicao_Kiliman_palestra

Empresários se reuniram com lojistas do Park Europeu para falar sobre a relação entre a aventura e o mundo corporativo

A superação de desafios e estratégias para alcançar metas foi o tema do encontro que reuniu lojistas no Shopping Park Europeu. A Palestra “Metas” foi apresentada pelo empresário Juliano Sant’Ana, um dos atletas que faz parte do Projeto KilimanPark. Juliano e Emerson iniciam a subida do Monte Kilimanjaro na próxima terça-feira (12/8). No bate papo com lojistas Juliano abordou a experiência vivida ao subir o Monte Aconcágua, maior montanha das Américas e as expectativas e planejamentos para o próximo desafio. “Falamos sobre como a experiência da aventura está totalmente relacionada ao mundo corporativo.

Desde a preparação para avançar uma etapa até a hora de enfrentar os desafios de uma subida como estamos planejando. Afinal, são quase seis mil metros de altura em um clima muito diferente do nosso. Assim como os lojistas quando enfrentam uma dificuldade, podemos ter vontade de desistir, mas é aí que toda a preparação, física e psicológica, que fizemos e o nosso desejo de alcançar a meta, precisa ser maior e mais forte”, comenta Juliano.

Expedicao_Kiliman_02Curiosidades sobre a Expedição KilimanPark

A aventura dos dois blumenauenses para atingir os 5.895 metros de altura do monte Kilimanjaro poderá ser acompanhada de qualquer lugar do planeta desde a preparação até a escalada do ponto mais alto da África. As novidades sobre a viagem serão publicadas no endereço www.shoppingparkeuropeu.com.br/kilimanpark. O empresário e atleta, Juliano Sant’Ana, fala um pouco mais sobre as curiosidades que envolvem a Expedição KilimanPark.

 

Como serão feitas as publicações no site?

Juliano Sant’Ana – Temos um recurso tecnológico que se o tempo colaborar, emitirá um sinal via GPS para satélites que publicarão nossa localização e enviará mensagens via internet. Assim, todos podem praticamente acompanhar em tempo real em qual parte da montanha estaremos. O equipamento é de última geração, muito pouco utilizado ainda no Brasil. Chama-se SPOT GPS. É este equipamento que envia localização e mensagens pré-programadas com antecedência.

A expedição envolve muito mais do que resistência física, o lado emocional também deve ser cuidado. Como vocês lidam com isso?

Juliano – Sempre levamos alguma lembrança de casa. Uma carta das filhas, fotos, algo que nos fortaleça ainda mais, pois na medida em que a dificuldade for aumentando, tudo que é positivo sempre contribui para nos fortalecer. Já foi assim no Aconcágua e certamente, será assim no Kilimanjaro.

No caso do Aconcágua, a expedição foi feita em grupo. Desta vez serão somente você e o Emerson Bernardes?

Juliano – O Emerson já é um companheiro do Aconcágua e embarcou comigo nesta aventura. Os outros parceiros de Aconcágua também vivem um mundo de aventura, mas desta vez seremos uma dupla. Nós dois escolhemos a maior montanha da África e dia 12 embarcamos para a tão sonhada aventura.

Quais as principais dificuldades que você acha que encontrarão já na chegada à África?

Juliano – Bem, de momento só se fala no vírus Ebola. Isto realmente preocupa, apesar de estar muito distante da Tanzânia e não oferecer risco para a região em que estaremos. De qualquer forma é o continente africano que está sofrendo desta doença e nós estaremos por lá. Então, todo cuidado é pouco. Na montanha, o principal desafio será a altitude mesmo. Nos preparamos fisicamente e psicologicamente para a expedição, porém os efeitos da altitude, na medida que evoluímos rumo ao topo, podem nos trazer surpresas em relação à saúde. Então, levamos conosco alguns medicamentos preventivos recomendados por médicos para nos ajudar.

Em quanto tempo chegam ao topo?

Juliano – A expedição tem uma previsão de sete dias de subida até o topo, caso as condições climáticas permitam.

Qual a expectativa?

Juliano – A expectativa é a melhor possível. Na verdade, procuramos estar sempre com o pensamento positivo, mas o Kilimanjaro tem ótimas estatísticas de sucesso, então considerando toda preparação, planejamento e os parceiros que acreditaram no projeto, vamos muito fortes para a montanha. Embarcamos na próxima terça-feira (12/8), e nosso retorno está marcado para dia 26. Estaremos em Blumenau mesmo, no dia 28 de agosto.

Qual o próximo desafio?

Juliano– A gente vive de desafio (risos). Ideias não faltam, sejam em corrida de montanha, de aventura, enfim. Em relação à montanha, temos a intenção de viver o clima, o astral de um projeto global chamado 7 cumes, onde se escala a maior montanha de cada continente. Já estivemos no Aconcágua, a maior das Américas, e agora estamos partindo para o Kilimanjaro, maior da África. A próxima da fila será o Elbrus, na Rússia, sendo a maior da Europa, porém sem data definida.

 Texto: Slain Franco

Expedicao_Kiliman_01

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS