quinta-feira, 9 dezembro 2021
InícioGeralA falta de água na Velha está ainda pior

A falta de água na Velha está ainda pior

Se antes a falta de água era mais localizada nos morros Dona Edith e Figueira, agora está começando a atingir quem mora na parte plana da região da Velha.

Pelo jeito nada mudou desde que os moradores fizeram dois protestos no sábado (25) e segunda-feira (27), já que em alguns lugares não vinha água há 5 dias. Não só no Bairro Velha, mas em outros onde há falta de água, geralmente morros, o problema é o bombeamento para as regiões mais altas. Quem tem mais de uma caixa d´água se garante. Ela geralmente vem de madrugada e quem encheu, tem ela garantida.

O governo municipal, prometeu obras emergenciais para distribuição e armazenamento de água em 90 dias na região da Velha Grande, a partir da rua Franz Muller. Entre elas, um novo reservatório de médio porte e a compra de mais 3 caminhões pipa, somando ao único que hoje existe no SAMAE.

Caminhão pipa - imagem ilustrativa

Em nota nas redes sociais, a prefeitura alega que desde 1996 houve um incremento de 70% no número de ligações de unidades consumidoras à rede, porém a produção de água neste período permaneceu praticamente a mesma. O mesmo significa que o faturamento deve ter aumentado na mesma proporção, mas não refletiu no investimento.

Ainda segundo a nota, além da ampliação da rede adutora, que tem investimentos de R$ 8 milhões, investiremos mais de R$ 14 milhões para a aquisição de sete reservatórios de água, o que vai beneficiar mais de 80 mil moradores da cidade. Estes reservatórios serão instalados em pontos estratégicos e elevarão a capacidade de armazenamento de água em 12 milhões de litros (o que representa incremento de 34% em relação ao armazenamento atual).

Outros R$ 10 milhões serão investidos para a ampliação da captação de água bruta da Estação de Tratamento de Água (ETA II), para aumentar a produção e tratamento dos atuais 850 litros/segundo para 1.200 litros/segundo. Somente com esta obra de melhoria, serão atendidos 232 mil habitantes. A assinatura deste financiamento junto à Caixa Econômica Federal deve acontecer neste próximo mês de fevereiro.

Abaixo segue uma ilustração de como irá funcionar. Clique na imagem para ampliar.

Novo ETA

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS