terça-feira, 11 maio 2021
Início Economia Exportações catarinenses têm recuo de 0,45% em janeiro

Exportações catarinenses têm recuo de 0,45% em janeiro

As exportações catarinenses tiveram leve redução em janeiro de 2014, na comparação com o mesmo período de 2013. O valor dos produtos embarcados ficou em US$ 558,88 milhões, com baixa de 0,45%. Entre os 10 produtos mais vendidos por Santa Catarina ao exterior, as maiores reduções foram registradas em papel/cartão, com queda de 20,7%, e em madeiras compensadas (-13,94). Por outro lado, os segmentos de suínos (+27,3%) e móveis (+19,17%) tiveram bom desempenho e evitaram um recuo maior no total das vendas.

Exportações catarinenses

Exportações catarinenses em janeiro de 2014

Entre os compradores, os Estados Unidos seguem como principais parceiros, ampliando suas encomendas em 30,63%. A Rússia também teve forte aumento, de 27,83%, e passou da oitava para a sétima posição entre os importadores dos produtos catarinenses. Os maiores recuos, sempre na comparação com janeiro de 2013, foram registrados por Argentina (-16,03%) e China (-9,62%).

Já as importações de Santa Catarina tiveram alta de 23,31% em relação ao mesmo mês do ano passado. Destaque para o setor de liga de alumínio bruta (+1.637,28%) e laminados de ferro e aço (+374,25%). Também chama a atenção o desembarque de automóveis, que passou de US$ 0 para US$ 54,86 milhões e ocupa agora a segunda posição entre os produtos mais importados.
Nacionalmente, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, houve aumento de 0,37% nas exportações e de 0,39% nas importações, na mesma base de comparação.

A balança comercial inicia o ano com déficit de US$ 875,811 milhões, contra o saldo negativo de US$ 602,13 milhões registrado em janeiro de 2013. Na comparação com dezembro, Santa Catarina teve baixa de 20,85% nas exportações e alta de 24,81% nas importações. Na mesma comparação, o Brasil registrou queda de 23,12% nas importações e alta de 10,4% nas importações.

via FIESC | Fábio Almeida | Assessoria de Imprensa

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS