segunda-feira, 20 setembro 2021
InícioMeio AmbienteEstação de tratamento de lodo deve reduzir a poluição no manancial de...

Estação de tratamento de lodo deve reduzir a poluição no manancial de Itajaí e Navegantes

A estrutura também aumentará a oferta de água tratada em até 119 mil litros por hora, o que equivale ao abastecimento de até 14 mil pessoas/dia.

O Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Santa Catarina concedeu a licença Ambiental de Instalação (LAI), ao Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), de Itajaí para a instalação de uma Estação de Tratamento de Lodo (ETL), no bairro São Roque. A construção da ETL contribuirá para a redução da poluição no manancial de Itajaí e Navegantes.

Com investimento previsto de R$ 8 milhões, a ETL tratará o lodo da ETA, que atende os municípios de Itajaí e Navegantes, antes dele ser lançado no rio Itajaí-mirim. Além de evitar a poluição do rio, a operação da ETL, também aumentará a oferta de água em até 119.000 L/h (litros por hora), o que equivale ao abastecimento de até 14.000 pessoas/dia.

Vale destacar, que toda a água coletada no rio precisa passar por diferentes níveis de tratamento para ser considerada potável e distribuída à população de Itajaí. Os processos físico-químicos, para tornar a água potável, ocorrem em ETAs, porém, o processo também gera um “lodo”, ou seja, um resíduo que deve ser devidamente tratado pra evitar que ele polua o meio ambiente.

Desta forma, a licença para a Semasa tratar o lodo na região merece todo apoio, pois trata-se de obra que permitirá a redução da poluição no próprio manancial, além de aumentar a oferta de água para os municípios de Itajaí e Navegantes.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS