terça-feira, 11 maio 2021
Início Cultura Escola de Rock e o Canta-te: os novos projetos que movimentam o...

Escola de Rock e o Canta-te: os novos projetos que movimentam o Teatro Carlos Gomes

Escola_de_Musica-600x399

Para desenvolver os alunos da Escola de Música como artistas e profissionais, o Teatro Carlos Gomes implantou dois novos projetos: a Escola de Rock e o Canta-te, sob coordenação do professor Duda Kassler. O primeiro irá reunir alunos de guitarra, baixo elétrico, bateria, violão, teclado e vocal, trabalhando com repertório pop e rock e na formação de uma banda, que receberá dicas para melhorar interpretação, técnica individual, performance e entrosamento no palco. O segundo projeto é voltado para alunos que curtem MPB e instrumental, especialmente aqueles que fazem aulas de canto, violão, percussão, sopros e outros instrumentos que se identificam com o estilo menos agitado.

A ação segue o objetivo da Escola que é focar nas ações de prática de conjuntos musicais, promovendo a vivência em grupos e complementando o ensino individual dos instrumentos. “Dessa forma, os alunos tem a fruição musical de forma plena, partilhando o aprendizado com colegas em grupos musicais, e vão aos palcos de forma madura”, revela a diretora Artístico Pedagógica da Escola Noemi Kellermann.

Para o professor Duda, os dois projetos prevêem a socialização entre os alunos, mas oferecem discussões diferentes sobre o compromisso dos músicos com o público. “Enquanto a Escola de Rock é mais dirigida e naturalmente exigida no que se refere ao resultado final, o Canta-te é um convite ao bem-estar e muito bate-papo, lembrando os velhos saraus que alegravam sociedades musicais em tempos remotos. Esta última será exclusivamente acústica, sem microfones, amplificadores e outros equipamentos elétricos”, explica.

Os grupos serão formados pelo professor, considerando aptidão, gosto musical e disponibilidade de horário. As aulas serão realizadas nas quintas-feiras, às 20h40min, no Teatro Carlos Gomes. As modalidades serão alternadas, o que exigirá dos alunos uma frequencia quinzenal. Na modalidade Pop Rock há vaga para duas bandas, com no máximo seis alunos cada, e para o Canta-te ainda estão disponíveis 12 vagas. As inscrições, inicialmente para alunos da Escola de Música do Teatro, podem ser realizadas pelo e-mail secretaria@escolademusicacarlosgomes.com.br.

União em grupos começou em 2013

Os conjuntos musicais já são uma realidade desde o ano passado, quando a Escola de Música fechou parceria com a Fundação Fritz Müller. O primeiro grupo formado e aprovado para o Programa Prática de Conjunto Musical é o de violinos, violas e violoncelos, que trabalha desde outubro de 2013 sob a coordenação do violinista e professor Paulo Augusto Mannes. Novas inscrições estão abertas até sexta-feira (28/2) na secretaria da Escola (Rua XV de Novembro, 1181). Os interessados têm que ter conhecimento de algum instrumento e também de leitura musical, além de estar estudando em alguma escola ou com professor particular. Ao preencher a ficha de inscrição, os candidatos receberão duas partituras musicais que serão executadas na audição de nivelamento para uma banca avaliadora.

Foto: Apresentação dos alunos do Programa Prática de Conjunto Musical, convênio do Teatro com a Fundação Fritz Müller.

Sabini Roncaglio | Oficina das palavras

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS