sábado, 4 dezembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusEmpresários doam respiradores ao Hospital Rio do Testo, em Pomerode (SC)

Empresários doam respiradores ao Hospital Rio do Testo, em Pomerode (SC)

 

 

 

Hospital Rio do Testo, Pomerode | Foto: divulgação

 

Empresários de Pomerode organizaram uma ação beneficente para aumentar a capacidade de atendimento a pacientes de Covid-19 no Hospital e Maternidade Rio do Testo. Mais de 20 empresas e empreendedores aderiram à campanha e levantaram R$ 212 mil, dinheiro suficiente para comprar até quatro aparelhos.

Hoje, o Rio do Testo conta com apenas um equipamento de respiração. Embora Pomerode registre um único caso confirmado de Covid-19, sem gravidade, a iniciativa pretende reforçar a estrutura do município e apoiar as autoridades de saúde na prevenção e combate à doença.

“Foi uma demonstração de solidariedade muito grande dos empresários de Pomerode neste momento”, comemora o diretor do hospital, Frank Volkmann.

Segundo Volkmann, o processo de importação dos aparelhos já começou. A expectativa é contar com os equipamentos nas próximas semanas, para quando as autoridades de saúde projetam um aumento no número de casos do novo coronavírus. O Rio do Testo não possui leitos de UTI, mas pode manter pacientes em isolamento enquanto não necessitarem de tratamento intensivo.

O empresário Geraldo Pedrini, que iniciou a mobilização, segue recebendo contatos de empresas interessadas em colaborar. O grupo já mira a possibilidade de adquirir mais aparelhos.

“Foi muito fácil conseguir a adesão de amigos. Com mais estrutura, esperamos poder ampliar o atendimento a quem precisar e ter condições de voltar à normalidade o mais rápido possível”, avalia.

Não há data limite para aderir. Caso a ação arrecade mais do que o necessário para comprar respiradores, o restante do dinheiro ajudará a custear outras despesas do hospital.

As empresas que doaram foram: Calesita, Cativa, Centerplast, Ekotex Química, Fakini, Farmalan, HI Etiquetas, Joca Construção, Kyly, Link, Malhas Treze, Moacir Fakini, Netzsch, Nugali Chocolates, Obenaus, Objeto Brasil, Olho Embutidos, Ouro Preto Mineração, Pomerplast Embalagens, PortoAço Construtora, Schornstein e Weiku. A vice-prefeita, Gladys Siewert, também colaborou doando um valor em dinheiro.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS