Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Empresa de transporte coletivo Viação Praiana demite mais de cem funcionários

 

 

 

Foto: divulgação

 

Quase 90% do total de colaboradores da Viação Praiana, que faz o transporte intermunicipal de passageiros na região de Itajaí e Balneário Camboriú, perderam seus postos de trabalho. É mais um reflexo que agrava a crise da pandemia em Santa Catarina. Não é fácil encarar a falta de faturamento desde março, uma hora as reservas chegam no limite.

Nesta quinta-feira (13), foram demitidos 130 trabalhadores, que agora se somam aos outros 50. Outro fato que colaborou para que essa situação chegasse a esse ponto foi o fim da Medida Provisória 936, que permitia a suspensão de contratos e a redução temporária de salários. Inicialmente ela seria válida até o mês de julho, mas o governo federal não sinalizou sua continuidade. Como tantas outras empresas catarinenses, havia funcionários nas duas modalidades de redução.

Na semana passada mais um decreto estadual prorrogou o início do transporte municipal e intermunicipal. Ainda não há uma perspectiva clara para o retorno, afinal a Praiana está justamente em uma macrorregião classificada pela secretaria estadual de saúde como gravíssima em relação ao coronavírus.

No boletim da Covid-19 de Itajaí  desta quarta-feira (12), o número de casos positivos somava 4.219 infectados, e  o de óbitos em decorrência da doença, chegou em 126. Do total de contaminados, 3.232 estão curados (76,6%) e 861 estão com o vírus ativo.

Em Balneário Camboriú, 5.305 pessoas já se infectaram, 59 morreram e 4.643 se recuperaram da doença. A taxa atual de ocupação dos 26 leitos de UTI disponíveis no município está em 73%. Atualmente ainda há 603 pessoas em tratamento.

 

Grupo Telegram
Grupo WhatsApp

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top