sexta-feira, 21 janeiro 2022
InícioArtigoEmpreendendo por necessidade

Empreendendo por necessidade

 

Por Filipe Luiz C. Machado | Consultor Empresarial

Algo muito comum são as empresas criadas a partir de uma necessidade muito nobre: sustentar a si próprio ou à família. É o pai que não vendo saída para o desemprego ou tendo uma renda que julga insuficiente, resolve “começar alguma coisa” para tentar uma vida melhor; é a mãe que para ajudar no orçamento, faz bolos e aceita encomenda de doces…

Como é comum, no começo as coisas vão “bem”. O pai consegue pequenos clientes – vizinhos, parentes e amigos próximos. Para a mãe, logo surge um bolo de aniversário para fazer e um doce para a vizinha. E passado algum tempo de persistência, o pai já tem um ajudante; a mãe começa a precisar de novos eletrodomésticos e até de um entregador… Quanto mais o negócio cresce, mais coisas o empreendedor precisa. E aqui reside o perigo.

Empreender é bom, mas como dissemos, estas empresas nasceram da necessidade. Não houve estudo ou aprofundamento na arte dos negócios. Eles simplesmente tomaram forma própria – e não há qualquer erro nisso; o início é geralmente assim. O problema para o qual devemos atentar é que o negócio jamais deve ser conduzido da mesma maneira como começou.

Veja: se antes o pai atendia cinco clientes por semana em sua casa, com o crescimento veio mais quinze e agora já precisa alugar um local. E com isso, é preciso colocar o preço do aluguel, energia, sistema, telefone e demais investimentos no preço final. Agora tem cliente querendo frete gratuito, parcelamento, pagamento com cartão de crédito e desconto. Tem cliente comprando e não pagando, fazendo pedido e não vindo buscar, solicitando orçamento e nunca fechando compra… Tudo ficou mais complexo e difícil.

Por isso que uma boa regra para quem tem ou pensa em abrir um negócio é buscar constante conhecimento. Se o negócio vai muito bem, então continue a melhorar e se capacite. Se está indo mal, peça ajuda de um profissional qualificado, faça cursos de qualidade comprovada… O que precisa estar sempre claro é que a capacitação deve ser constante, afinal, os desafios estão cada vez maiores.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS