sábado, 4 dezembro 2021
InícioGeralEm três horas e meia, são encontrados 97 escorpiões amarelos em Itajaí

Em três horas e meia, são encontrados 97 escorpiões amarelos em Itajaí

Escorpioes-amarelos_F-Matheus-Berkenbrock_03

Após denúncias de moradores da comunidade do São Roque, o Núcleo de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Itajaí, realizou uma vistoria na localidade rural na última quinta-feira (19), onde encontrou 97 escorpiões da espécie Tityus serrulatus, conhecida como escorpião amarelo – considerada a mais perigosa. A ação começou por volta das 19h e durou até 22h30. Todas as operações para capturar estes animais precisam ser feitas à noite, pois eles possuem hábitos noturnos. O Controle de Zooneses irá realizar visitas uma vez por semana onde houver denuncias, até que este problema seja resolvido.

Moradores do bairro Cidade Nova, onde já foram encontrados estes escorpiões e agora também do Bairro São Roque, devem manter o terreno e o quintal limpos, livres de entulhos e fechar bem seus pontos de armazenagem de lixo (sacos, lixeiras, latões, ou outros), pois os escorpiões se abrigam nestes locais e se alimentam de outros animais, como baratas, aranhas, cupins e até mesmo pequenos vertebrados. Além de evitar o escorpião, a limpeza do ambiente evita o surgimento de roedores e também que ocorra o acúmulo de água, importante para o controle do mosquito da dengue.

Escorpioes-amarelos_F-Matheus-Berkenbrock_01Nas regiões onde têm aparecido estes animais, além da limpeza do ambiente, é recomendado fechar as soleiras das portas, cuidar com as frestas nas paredes e manter os ralos vedados. Ao deitar, a recomendação é para que a pessoa inspecione a cama, os lençóis e travesseiros. Verificar as roupas e sapatos antes de vesti-los, pois os escorpiões têm o hábito de ficar escondidos.

A picada de escorpião faz com que a pessoa sinta uma dor intensa e imediata no local e é acompanhada por vermelhidão, muitas vezes sem evolução. A maior preocupação está em acidentes com as crianças e idosos, que é quando os sintomas podem evoluir.

“Em caso de acidentes, deve-se lavar o ferimento com água e sabão e em seguida procurar o hospital. Se possível, levar o animal para que a equipe que irá atende-lo possa identificá-lo. No caso de crianças, devem ser encaminhadas ao Hospital Pequeno Anjo e os adultos ao Hospital Marieta Konder Bornhausen”, explica a Veterinária do Núcleo de Controle de Zoonoses, Ana Paula dos Santos.

“Se algum morador encontrar um escorpião em sua residência deve entrar em contato com o Núcleo de Controle de Zoonoses para receber as orientações necessárias”, finaliza.

Fonte: SECOM/Itajaí | Fotos: Matheus Berkenbrock

Escorpioes-amarelos_F-Matheus-Berkenbrock_02

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS