Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Educadores de escola municipal de Blumenau falam sobre a adaptação ao ensino a distância na pandemia

 

 

 

A Escola Básica Municipal Conselheiro Mafra fica localizada na Rua Franz Mueller, nº 2.113, no bairro Velha Grande, em Blumenau, e está próximo de muitas comunidades carentes. Como toda rede municipal, os educadores enfrentaram o grande desafio de adaptar o que se ensina na sala de aula para a internet, nem sempre disponível para todos.

O ensino a distância (EAD), através da plataforma Google Education, foi a única forma de repor o ano letivo depois que as aulas presenciais foram canceladas, em função da quarentena imposta pela pandemia do coronavírus. João Paulo Taumaturgo foi até a escola acompanhado de Eugênio Ricardo para conversar com professores e o diretor. O objetivo era saber como foi absorvida essa mudança tão repentina, e ao mesmo tempo, a única forma de manter o ensino básico.

De acordo com o diretor, Ramires Sedilso Perssatti, um dos primeiros desafios foi entender como trabalhar com as crianças afastadas da escola sem perder o foco pedagógico. A coordenadora pedagógica Ana Paula de Jesus M. S. Zutter, revelou que nos primeiros dias todos se sentiram um pouco inseguros, afinal tiveram que se adaptar a rotina das novas tecnologias. Lidar com esse novo conceito foi um aprendizado para todos, seja professores, alunos e pais. Mas ela ressaltou que a mudança permitiu uma nova visão das possibilidades de ensino.

A professora Débora P. S. Bertholdo lembra que toda mudança causa um desconforto, mas cabe aos educadores mostrar o que de bom tem tudo isso. No começo, a adaptação foi muito lenta, mas hoje ela se sente satisfeita com as melhorias que a tecnologia trouxe. “O importante é a afetividade, você ligar e conversar com o aluno, saber como está e falar sobre a importância dele fazer os trabalhos. Ele precisa saber que estou preocupada com ele porque o aluno é importante para mim”, disse Bertholdo para lembrar que estamos lidando com pessoas e seus sentimentos.

Vale a pena conferir o vídeo gravado na quarta-feira (10/06/20), que mostra mais detalhes dessa conversa inspiradora.

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top