quarta-feira, 27 outubro 2021
InícioEntrevistaDiretor da Viação Piracicabana fala sobre a operação em Blumenau

Diretor da Viação Piracicabana fala sobre a operação em Blumenau

 

Fotos e entrevista: Luciano Bernz | Texto: Claus Jensen | OBlumenauense

O Diretor Jurídico Institucional da Viação Piracicabana, Maurício Queiroz, acompanhou a saída dos primeiros ônibus da empresa, que iniciaram a operação em Blumenau na manhã deste domingo (31/01/16). Trazer à nossa cidade de forma emergencial 240 ônibus, durante seis meses, sem a certeza de que vencerá a licitação, só  é possível para um grande grupo.

Conversamos com Maurício sobre a expectativa, os planos, desafios e como anda a contratação de trabalhadores para a empresa.  A entrevista foi feita por Luciano Bernz.

Onibus Piracicabana 31-01-16 (13)OBlumenauense: Qual a expectativa da Viação Piracicabana com o início das operações em Blumenau nesse momento?

Maurício Queiroz: Nossa expectativa em relação ao mercado de Blumenau é muito positiva, por isso viemos à cidade. Nesse início, nós pedimos à população que tenha um pouco de paciência, afinal é um contrato emergencial. Não é uma oportunidade em que temos um tempo maior para uma implantação regular, mas com a compreensão dos usuários, nós esperamos regularizar durante essa semana a operação.

Estamos enfrentando um problema inesperado que é a falta de recursos humanos. Os rodoviários de uma das empresas que compõe o consórcio Siga ainda não tiveram suas carteiras baixadas. Nós esperávamos já ter o quadro completo ontem (sábado, dia 30), mas infelizmente por causa de algum problema operacional da empresa, esses funcionários parece que só amanhã terão a baixa e estarão aptos para serem contratados.

OBlumenauense: Após os 6 meses de operação emergencial, será feita a licitação. A Viação Piracicabana tem interesse em participar para se consolidar na cidade?

Maurício Queiroz: Não tenha dúvidas, por isso estudamos os números do mercado de Blumenau, que mostram ser muito promissor. É óbvio que dentro de um ambiente de uma nova licitação que se espera é que aja otimização do transporte, com novas tecnologias, e acredito que mesmo o sistema como é interessante.

OBlumenauense: Está circulando um boato nas redes sociais de que esses ônibus são de 2006 e 2007. Confere essa informação?

Maurício Queiroz: Esses ônibus tem idade média entre 5 e 6 anos e meio de uso. Não temos nenhum ônibus acima dos 7 anos (2009).

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS