segunda-feira, 26 julho 2021
InícioGeralDetentos trabalharam na limpeza de mata usada pelos olheiros do tráfico de...

Detentos trabalharam na limpeza de mata usada pelos olheiros do tráfico de drogas

 

 

 

Fotos: Polícia Militar de Blumenau

Nesta quarta-feira (21/08/19), as ações de limpeza dos detentos do regime semiaberto do Presídio Regional de Blumenau continuaram no Morro Dona Edith, no bairro Velha Grande. Os presos auxiliavam na manutenção de uma área de mata, que era muito utilizada pelos olheiros do tráfico de drogas.

As atividades estavam concentradas na Rua das Comunidades e não foi registrado nenhum problema até agora. A ação integra a Operação Mãos Dadas da Polícia Militar, quem mantém uma base móvel na região onde sempre houve intenso tráfico de drogas.

 

 

Segundo o 1º Tenente Nicolas Marques Vasconcelos, os policiais militares conversaram muito com os detentos antes de iniciarem os trabalhos. Disseram que o objetivo dessa limpeza não era ser uma punição, podendo até ser encarado como uma forma de pedir desculpas à sociedade. “Todos irão aplaudir o que estão fazendo, é algo muito nobre, porque o trabalho dignifica cada um de vocês. A Polícia Militar é uma instituição que tem como missão proteger, por isso não precisam ter medo de nós durante a execução do serviço. Contem com nosso apoio se precisarem tomar uma água, dar uma parada para descansar, estamos aqui para nos ajudar,” disse o tenente.

Durante a conversa, eles contaram um pouco de sua história de vida e como acabaram cometendo seus crimes. Entre os detentos do semi-aberto, chama a atenção que a maioria são pessoas de meia idade. Marques disse que eles cometeram os mais diversos crimes, entre furto, roubo, violência doméstica, etc.

Para a execução dos trabalhos, foi necessária a autorização do Poder Judiciário, em conjunto com o Departamento Estadual de Administração Prisional (DEAP). Ontem já fizeram a limpeza do mato na via e pintura do meio fio, restabelecendo aos poucos a organização do espaço urbano.

A lei de execução penal prevê o trabalho do preso, conferindo um dia de redução de pena, para cada três dias de trabalho realizado, como forma de estímulo à ressocialização.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS