segunda-feira, 20 setembro 2021
InícioGeralDetento morto no presídio de Blumenau foi asfixiado e pendurado em uma...

Detento morto no presídio de Blumenau foi asfixiado e pendurado em uma corda

 

 

 

 

A Polícia Civil encaminhou nesta quinta-feira (19/11/20), o inquérito policial que apurou a morte de João Luiz Felsky Junior, encontrado morto dentro do Presídio Regional de Blumenau no dia 6 de dezembro de 2019.

As investigações apontaram que ele foi assassinado por dois detentos. João estaria estaria ameaçando outros internos depois que soube que foi condenado a mais de 14 anos de prisão por estar envolvido num homicídio.

Os autores do crime, de 21 e 26 anos de idade, são integrantes de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios catarinenses. Depois de matarem João por estrangulamento, penduraram o corpo pelo pescoço em uma corda para simular um suicídio. Mas os peritos do Instituto Geral Perícias logo perceberam que se tratava de uma simulação.

O Delegado Egidio Maciel Ferrari, da DIC, foi o responsável pelo indiciamento  dos homens pelos crimes de homicídio qualificado e por integrarem organização criminosa. As penas somadas podem ultrapassar os 30 anos de prisão.

Um deles está preso no Presídio Regional e o outro na Penitenciária Industrial, ambos em Blumenau. O processo segue agora para análise do Ministério Público. Os nomes dos acusados não foram divulgados.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS