sábado, 8 maio 2021
Início Denúncias Deputada acusa governo do estado de retirar recurso da obra para o...

Deputada acusa governo do estado de retirar recurso da obra para o Prolongamento da Via Expressa

Viaduto Via expressa

A deputada estadual Ana Paula Lima (PT), divulgou em artigo hoje no Santa e entrevista na Rádio Nereu Ramos, que o governo do estado “relocou” R$ 49,4 milhões, que deveriam ser destinados ao Prolongamento da Via Expressa.

“Em 20 de dezembro de 2013, ao aprovar a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2014, ficou estabelecido um orçamento de R$ 49,4 milhões para a referida obra. Acompanhando as ações do poder executivo pelo Diário Oficial, averiguei que um mês depois, na publicação da Portaria Nº 12/2014 assinada pelo então Secretário de Estado da Fazenda, Antonio Marcos Gavazzoni, foram anulados R$ 49,2 milhões que estavam previstos para a implantação e pavimentação da SC-108.” – escreveu a deputada no artigo publicado no Santa.

Consultado pela rádio, o secretário regional César Botelho explicou que houve uma modificação na fonte de financiamento. “Em um primeiro momento, o Prolongamento da Via Expressa seria financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e que agora, será pelo Banco do Brasil. Como não foi possível deixar a licitação, foi trocada uma fonte por outra”, completou Botelho.

Isso só significa que as autoridades, políticos, classes e o cidadão blumenauense tem que ficar de olho. O secretário disse que não há previsão para o lançamento do processo de licitação. Mas em novembro passado, o governador do Estado anunciou na nossa cidade, a autorização para o lançamento do edital de licitação. Se autorizou, deveria ter pelo menos um prazo.

No meio deste rolo político, já é um sinal de barulho político frente às eleições 2014, que elegerá governador e deputados. Então, não há melhor momento para se cobrar a execução da obra.

Fontes: Rádio Nereu Ramos e Jornal de Santa Catarina | Foto: Jaime Batista da Silva

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS