quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioGeralDécio e Ana Lima, estavam em Curitiba apoiando Lula no depoimento que...

Décio e Ana Lima, estavam em Curitiba apoiando Lula no depoimento que durou mais de 4h

Foto: Lula Marques/AGPT

 

Por volta das 18h25min terminou a audiência do ex-presidente Lula com o juiz Sérgio Moro, na sede da Justiça Federal no Paraná, em Curitiba. O interrogatório começou por volta das 14h18min desta quarta-feira (10/4/17) e foi a primeira vez em que os dois ficam frente a frente em uma audiência da Operação Lava Jato.

Quando Lula chegou no aeroporto em um jato particular, foi recebido por várias lideranças petistas e até pela ex-presidente Dilma Rousseff. O deputado federal Décio Nery de Lima e a deputada estadual Ana Paula Lima, que tem escritório em Blumenau, estavam juntos na comitiva que o recebeu. Toda essa ação de apoio lembrava uma campanha eleitoral.

 

Foto: Lula Marques/AGPT

 

Todo o depoimento foi filmado por duas câmeras com dois enquadramentos: uma focada no rosto de Lula e outra dava uma visão panorâmica da sala. Primeiro o ex-presidente respondeu as perguntas de Moro, depois foi a vez da assistência da acusação, seguida pelos procuradores do Ministério Público Federal. Depois foi feita uma pausa para água, café e banheiro que durou cerca de 10 minutos. Em seguida, o interrogatório foi retomado e Moro fez novas perguntas, com espaço para a defesa apresentar questionamentos.

O interrogatório de hoje, o Dia D da Lava Jato, marca o final da etapa de oitiva dos réus do processo em que ele é acusado pela Procuradoria da República por suposto recebimento de R$ 3,7 milhões em propinas da construtora OAS. Terminada a fase de interrogatórios dos réus, o juiz abre prazo de 10 dias para o Ministério Público Federal fazer suas alegações finais da acusação contra Lula e os demais réus. Entregue os memoriais ao juízo, é aberto mais 10 dias para as alegações finais da defesas.

 

Foto: Ricardo Stuckert

 

Um forte esquema de segurança na área externa do prédio, com cerca de 3 mil profissionais de segurança pública das esferas federal, estadual e municipal. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, desse total, cerca de 1, 7 mil são policiais militares que atuam em Curitiba. Durante todo o dia, centenas de policiais militares fizeram um bloqueio em um perímetro de 150 metros ao redor prédio da Justiça Federal. Agentes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal cuidaram do isolamento do próprio prédio.

De acordo com o governo estadual, cerca de 6 mil manifestantes que apoiam Lula vieram à capital para acompanhar o interrogatório. Ao todo, foram 128 ônibus vindos de vários estados do país. Manifestantes contrários também vieram à cidade, mas a Polícia Militar informou que não recebeu notificações de ônibus fretados pelo grupo

Os profissionais de segurança também acompanharam os atos a favor e contrários a Lula e fizeram a escolta do carro do ex-presidente. Aliados do ex-presidente não descartam a possibilidade dele participar de um ato público na cidade ainda nesta noite.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS