Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

De cada 100 idosos em Blumenau com Covid-19, quase 12 são internados em UTIs

 

 

 

Segundo dados apresentados pela prefeitura, a taxa de internação por recorte etário em Blumenau mostrou que 11,8% dos idosos diagnosticados com Covid-19 acabam internados em UTIs, enquanto outros 22,5% ficam em leitos de enfermarias. Comparando com as pessoas com menos de 60 anos, esse número reduz para 1,1% em UTIs e 3,2% para enfermarias, uma diferença significativa.

 

 

O número de idosos contaminados está aumentando cada vez mais em Blumenau, tanto que nas últimas horas 16 deles receberam o diagnóstico positivo. Se levarmos em conta o número de óbitos dos que se infectarem com o coronavírus, 73% são de quem passou dos 60 anos. Já em Santa Catarina, 72% das mortes por Covid-19 são de idosos, confirmando local e estadualmente a atenção para o grupo de risco.

 

 

Então de cada 100 que adquirem a doença, quase quatro idosos estão morrendo em função de complicações causadas pela doença respiratória. Pacientes com menos de 60, representam apenas 0,13% de quem perdeu a vida contaminado com o Sars-CoV-2.

Durante a apresentação foi realizado um comparativo entre as testagem por cada mil habitantes de alguns municípios de Santa Catarina. Blumenau, segundo o gráfico apresentado, é o que mais testa, com a taxa de 43,7%, seguida por Balneário Camboriú (41,2%), Joinville (33,4%), Criciúma (31,8%), Chapecó (26,5%) e Itajaí (24,3%).

 

 

Um comparativo entre a incidência (0,97%) da Covid-19 e letalidade (0,43%) dos casos de Covid-19, mostra que Blumenau ainda está melhor do que outros municípios que estão entre os com as maiores taxas de contaminação. Na nossa região, é o caso de Itajaí (0,98% de incidência e 2,18% de letalidade), Camboriú (1,76% e 1%) e Brusque (0,59% e 0,5%)

 

 

Mário Hildebrandt disse que também recebeu uma sugestão para adotar a mesma ação da Prefeitura de Porto Feliz, município que fica na região metropolitana de Sorocaba (SP). Foram distribuídos “Kits COVID-19” para a população que apresentou sintomas iniciais da doença, que continham os medicamentos hidroxicloroquina, azitromicina, anti-inflamatório e remédio para náusea. Especialistas contestam esse tipo de tratamento, por não haver estudo científico que comprove a eficiência nos casos do novo coronavírus.

E mesmo sem o medicamento, os números percentuais mostram que a taxa de mortalidade dos casos positivos de Covid-19 é muito menor em Blumenau (3,92%) do que Porto Feliz (11,3%). Ou seja, ser contaminado e se recuperar na cidade paulista será bem mais difícil do que aqui. Todos os médicos da nossa cidade tem autonomia para avaliar a melhor medicação para seus pacientes, mesmo que seja um dos citados acima.

 

 

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top