quarta-feira, 19 janeiro 2022
InícioSegurançaEstelionatoCriminosos tentam aplicar golpe do cartão de crédito, morador desconfia e aciona...

Criminosos tentam aplicar golpe do cartão de crédito, morador desconfia e aciona a PM

O fato aconteceu na manhã desta quinta-feira (9/12) no bairro Itoupava Central, em Blumenau.

A Polícia Militar foi acionada às 9h07 desta quinta-feira (9/12/21) para atender uma ocorrência de tentativa de estelionato na Rua Erwin Manzke, no bairro Vila Itoupava, Blumenau. Ao chegar no local, a guarnição conversou com a vítima, um homem de 63 anos.

Ele disse que recebeu uma ligação na residência de uma loja de departamento pedindo que ele confirmasse uma compra que seria entregue em Florianópolis. O morador disse que não fez o pedido e um suposto funcionário informou que deixaria um alerta no sistema para bloquear qualquer compra.

A partir deste momento, a vítima tentou entrar em contato com seu banco para ver a situação do cartão, mas não conseguiu. Logo depois, uma suposta funcionária do seu banco entrou em contato pelo mesmo número de telefone com o prefixo de DDD 011. Segundo a vítima, ela o ajudou a bloquear os cartões.

Para que o bloqueio fosse concluído, ele deveria digitar a senha do cartão no telefone. Após o procedimento ele deveria recortar os cartões para inutilizá-los e alguém passaria para recolher os mesmos, porém deveria preservar os chips.

Para finalizar, o homem deveria escrever uma carta dizendo que autorizava a polícia a iniciar uma investigação contra fraudes. Após essa conversa o mesmo fez uma transação via Pix para ver se seu cartão estava bloqueado, mas percebeu que a transferência foi efetivada e que se tratava de um golpe.

Logo depois, chegou uma mulher de 54 anos para recolher os cartões, quando foi acionada a Polícia Militar pelo 190. Ela foi abordada e questionada sobre o fato pelos policiais. Foi quando ela disse que era motorista de aplicativo e recebeu uma chamada para buscar documentos na Vila Itoupava.

A PM desconfiou do fato dela não conseguir dar início à corrida pelo aplicativo. A versão foi considerada suspeita e foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil junto com o morador para dar o encaminhamento legal.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS