Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Covid-19: sindicato cobra testagem rápida nos servidores da saúde nas próximas 48h, em Blumenau

 

 

 

Imagem: Pixabay

 

Às 13h09 desta segunda-feira (27/04/19), o Sindicato Único dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Blumenau (SINTRASEB) divulgou uma nota na sua rede social, acusando a prefeitura de omitir informações a respeito de servidores infectados pela Covid-19. O texto afirma que está cobrando do governo municipal a realização de testagem rápida em todos os profissionais da saúde nas próximas 48 horas, sob pena de faltar quem atenda nas unidades em duas semanas.

A medida tem urgência depois do aumento do número de confirmados com o novo coronavírus no serviço público, além dos vários casos suspeitos que resultaram em afastamentos para tratamento, ou estão sob investigação. O sindicato apurou que há 14 servidores da saúde contaminados e outros 4 da educação.

O SINTRASEB informou que também cobra providências da Prefeitura em relação à segurança e saúde dos trabalhadores terceirizados, principalmente os que atuam nas unidades de saúde. Foram recebidos diversos relatos da falta de treinamento especial para limpeza e desinfecção dos ambientes.

Outra queixa, é de que esses terceirizados não receberam Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados. Os que são usados, muitas vezes foram fornecidos pelos próprios servidores das unidades. Nesse caso, a prefeitura tem que cobrar isso dessas empresas contratadas.

Ainda segundo o sindicato, uma dessas trabalhadoras terceirizadas infectada com a Covid-19, é auxiliar de serviços gerais na ESF Augusto César Vianna, onde quatro servidores foram confirmados com a doença.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top