sábado, 22 janeiro 2022
InícioSaúdeCoronavírusCovid-19: Blumenau registrou 30 casos novos e três mortes na quinta (23/12)

Covid-19: Blumenau registrou 30 casos novos e três mortes na quinta (23/12)

Até o final da tarde, havia 163 pacientes infectados passando por tratamento no município.

O boletim coronavírus divulgado pela prefeitura de Blumenau no final da tarde desta quinta-feira (23/12/21) confirmou mais três mortes no município. Todos faleceram em datas anteriores e aguardavam o resultado do exame que apontava a relação do óbito com a doença. O resultado positivo só foi divulgado hoje pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica do Município em conjunto com o CIEVS/DIVE.

Faleceram no dia 4 de março uma mulher de 95 anos, em 9 de abril um homem de 66, e no dia 3 de dezembro mais uma mulher, essa tinha 61 anos. Todos tinham comorbidades e moravam em Blumenau. Até agora, 687 pessoas já perderam a vida em função das complicações causadas pela Covid-19.

Nas últimas 24 horas foram registrados 34 casos novos, realizados 374 exames e 32 pessoas se recuperaram. No momento, há 163 pacientes em tratamento (155 em isolamento domiciliar), das quais onze estão hospitalizadas.

A taxa de ocupação dos leitos ativos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) COVID está em 12,1%, com sete moradores de Blumenau e um de outra cidade. Já nas enfermarias, esse percentual é de 4%, com cinco pacientes que moram em Blumenau e dois de outros municípios.

Desde o início da pandemia, foram registrados 69.302 casos de Covid-19 e processados 300.149 testes pela prefeitura de Blumenau. Felizmente, 98,77% (68.450) já se recuperaram e estão bem.

A vacinação continua avançando e até agora já foram aplicadas 570.197 vacinas, das quais 271.503, ou seja 75%, foram da primeira dose. Desse total, 72,1% (260.969) já estão totalmente imunizados e 6,62% (37.736) receberam a dose de reforço. Considerando os números totais, é possível afirmar que 84,39% dos da população estimada em 36.6418 (IBGE 2021) recebeu alguma dose.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS