segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioEducaçãoConfira como foi a primeira semana da volta às aulas em Blumenau

Confira como foi a primeira semana da volta às aulas em Blumenau

Rotina no município foi impactada após quase um ano sem atividades presenciais nas escolas.

Quase um ano. 327 dias separam o dia 18 de março de 2020 e o dia 8 de fevereiro de 2021. Este foi o tempo desde a última vez que as crianças e adolescentes estiveram presentes nas escolas das redes pública e privada de Blumenau. Hoje, sexta-feira, dia 12, o retorno às aulas presenciais completa uma semana e nossa equipe conversou com diversos setores para entender como a rotina da cidade foi afetada.

Para atender os alunos, a Prefeitura de Blumenau preparou um plano de contingência. Ao todo, foram 124 instituições de ensino que abriram as portas para receber com os estudantes. Neste primeiro momento, conforme dados divulgados pela própria prefeitura, dos 36 mil estudantes da rede municipal de ensino, 67,2% retornam para as atividades presenciais e 32,8% permanecem em atividades não presenciais.

Para o professor Marcos da Silva, diretor da Escola Barão do Rio Branco, a unidade de ensino teve uma experiência entre os meses de outubro e novembro que ajudou na melhoria dos processos de segurança. “Foi maravilhoso receber novamente os alunos. Tivemos uma semana muito tranquila, mas que requer ajustes diários”, alegou.

Ainda de acordo com o diretor, a escola teve uma adesão de 96% de retorno dos alunos para a atividade presencial. Para atender todas as normas de segurança e distanciamento, a unidade escolar preparou quatro horários de intervalos em áreas demarcadas para cada grupo de alunos. Além disso, foram disponibilizados pontos de entrada e saída em três pontos diferentes, na Rua Nereu Ramos, Rua Dr. Luiz de Freitas Melro e Rua Ângelo Dias.

Trânsito foi impactado

O retorno das aulas presenciais também impactou o trânsito de Blumenau, principalmente nos horários de entrada e saída das escolas. Visando a volta às aulas, a Guarda Municipal de Trânsito (GMT) retomou as rondas realizadas nas imediações das escolas, assim como a fiscalização nos locais de paradas das vans escolares. O fluxo de veículos apresentou um leve aumento, segundo a Central de Monitoramento da GMT, mas tudo dentro do que era esperado pela CCO.

O transporte coletivo também preparou uma ampliação nos horários por conta do retorno das aulas presenciais. Neste primeiro momento foram incluídos 1.870 novos horários e 374 horários ou itinerários foram ajustados. A ampliação, segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb), abrange 28 linhas do transporte coletivo na cidade.

Mais passageiros nos ônibus

O aumento nas linhas e nos horários foi pensado para atender o aumento no número de usuários do transporte coletivo. Conforme dados divulgados pela Seterb, a semana de retorno das aulas apresentou um aumento de pouco mais de 9% no número de usuários diários do transporte coletivo. A média de passageiros subiu de 39.929 da primeira semana de fevereiro para 43.893 para esta semana que marcou a volta dos estudantes ao ensino presencial.

MAIS LIDAS