quarta-feira, 20 outubro 2021
InícioGeralChega a 104 o número de focos do mosquito Aedes aegypti em...

Chega a 104 o número de focos do mosquito Aedes aegypti em Blumenau

 

 

 

 

No último levantamento realizado nesta quarta-feira (29/01/20), Blumenau contabilizava 104 focos do mosquito, número quase 600% superior a mesma data no ano passado, quando havia 15 registros. Diariamente, mais de 100 tubitos, com pelos menos 10 larvas, são coletados e analisados pelos agentes de combate a endemias.

Desde o início da semana, uma base de apoio foi montada pela Prefeitura na sede administrativa do Parque, a fim de agilizar os processos de verificação do material coletado e também servir de ponto de apoio para a equipe. Das 19 vagas para contratação de novos agentes, cinco já assumiram e estão sendo integrados ao serviço. Os demais tem até o dia 3 de fevereiro para admissão.

O município possui mais de 1.600 armadilhas e 358 pontos estratégicos inspecionados, além do monitoramento com drone em locais de difícil acesso, bem como visitas de orientação.

 

Foto: Michele Lamin

 

Na guerra contra o mosquito causador da dengue, febre chikungunya e Zika, a Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) conta com uma reforço importante do exército. A partir desta quinta-feira (30/01/20), soldados do 23º Batalhão de Infantaria (23º BI) se unem às equipes de agentes de combate a endemias para ajudar em ações de conscientização.

Hoje pela manhã os soldados receberam uma capacitação sobre as formas de combate e as orientações a serem repassadas para a população nas visitas domiciliares. Na semana que vem, iniciam o trabalho em campo com as equipes da Semus. O trabalho está concentrado principalmente próximo ao Parque Vila Germânica, no bairro Velha, onde há maior ocorrência de focos, mas deve se estender por todas as regiões.

 

Foto: James Tavares | SECOM/SC

 

Dicas e cuidados para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

  • Elimine água parada de todos os recipientes;
  • Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • Mantenha lixeiras tampadas;
  • Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • Lave recipientes com depósito de água, como potes de comida e água dos animais, com escova ou esponja e detergente, no mínimo uma vez por semana;
  • Se for necessário que o recipiente fique com água, como no caso de ralos, utilize hipoclorito;
  • Retire a água acumulada em lajes;
  • Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
  • Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue.

Com informações de Marília Prado [SECOM/BNU]

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS