segunda-feira, 17 janeiro 2022
InícioGeralCartórios de Blumenau divulgam ranking dos nomes mais registrados em 2021

Cartórios de Blumenau divulgam ranking dos nomes mais registrados em 2021

Nomes simples, curtos e bíblicos começam a se mostrar tendência em período que teve Miguel e Helena na liderança pelo segundo ano consecutivo no país.

Miguel, com 64 registros, e Helena, com 57, foram os nomes mais escolhidos pelos blumenauenses para registro de nascimento de seus filhos em 2021. Já Maria Eduarda foi o nome feminino mais escolhido pelos pais no último ano. O ranking geral dos nomes mais escolhidos no ano mostra a preferência por nomes simples, curtos em uma tendência observada pelos Cartórios de Registro Civil do município responsáveis por registrar os nascimentos dos quase 4,2 mil recém-nascidos neste ano.

A lista de nomes masculinos, liderada por Miguel, tem na sequencia, Theo (53), Bernardo (51) e Davi (44). Já na escolha dos nomes femininos, além de Helena em primeiro lugar (57), estão Alice (55), Laura (47) e Heloisa (29). Na classificação do top 50, os nomes compostos que integram são: Pedro Henrique (27), na 17ª colocação, Maria Clara (23), na 24ª, e Maria Eduarda, na 49ª colocação. Veja a lista completa no final do texto.

Os dados completos catalogados pelos Cartórios blumenauenses integram o Portal da Transparência do Registro Civil, administrado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), que reúne a base de dados de nascimentos, casamentos e óbitos registrados pelas unidades presentes em Blumenau. Na plataforma é possível realizar buscas ano a ano em todo o território nacional, em regiões, estados e municípios, possibilitando ainda recortes por nomes simples e compostos.

“O ranking dos nomes mais registrados no ano é o retrato dos gostos e preferências das famílias brasileiras ao longo do tempo, e mostra importantes variações em sua trajetória. Talvez pela situação que vivemos nos últimos dois anos, a escolha por nomes bíblicos tenha se acentuado, com a busca das pessoas por esperança e conforto diante das adversidades”, avalia Gustavo Renato Fiscarelli, presidente da Arpen-Brasil.

Mudança de nome

Apesar do nome ser regido pela regra da imutabilidade, ou seja, deve se manter inalterado para segurança das relações jurídicas, existem exceções em lei onde a alteração é possível. Ela pode ser feita em Cartório, até um ano após completar a maioridade – entre 18 e 19 anos – sem qualquer motivação -, desde que não prejudique os sobrenomes de família. Também é possível a correção de nome quando for comprovado erro evidente de grafia no registro.

No caso de pessoas transexuais, a mudança do nome pode ser feita em Cartório, sem a necessidade de prévia autorização judicial, apenas com a confirmação de vontade do indivíduo. As demais alterações, como exposição do nome ao ridículo ou proteção a testemunhas só podem ser feitas por meio de processo judicial.

Já a inclusão do sobrenome, pode ocorrer nos casamentos, nos atos de reconhecimento de paternidade e maternidade – biológica ou socioafetiva -, e nos casos em que os pais de filhos menores constatam, em conjunto, que o registro original não reflete todas as linhagens familiares. Já a retirada ou alteração do sobrenome pode ser solicitada pela pessoa viúva, mediante a apresentação da certidão de óbito do cônjuge.

RANKING NACIONAL DE NOMES MAIS REGISTRADOS NA DÉCADA

10 NOMES MAIS FREQUENTES

1 MIGUEL 64
2 HELENA 57
3 ALICE 55
4 THEO 53
5 BERNARDO 51
6 LAURA 47
7 DAVI 44
8 ARTHUR 43
9 HENRIQUE 39
10 NOAH 37

10 NOMES MASCULINOS MAIS FREQUENTES

1 MIGUEL 64
2 THEO 53
3 BERNARDO 51
4 DAVI 44
5 ARTHUR 43
6 HENRIQUE 39
7 NOAH 37
8 GABRIEL 36
9 SAMUEL 32
10 HEITOR 31

10 NOMES FEMININOS MAIS FREQUENTES

1 HELENA 57
2 ALICE 55
3 LAURA 47
4 HELOISA 29
5 MANUELA 27
6 SOPHIA 27
7 ISABELA 26
8 CECILIA 25
9 LIVIA 24
10 MARIA CLARA 23

Sobre a Arpen-Brasil

Fundada em setembro de 1993, a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) representa os Oficiais de Registro Civil de todo o País, que atendem a população em todos os estados brasileiros, realizando os principais atos da vida civil de uma pessoa: o registro de nascimento, o casamento e o óbito.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS