quinta-feira, 4 março 2021
Início Eleições Cartório eleitoral registrou filas durante o último plantão deste sábado (5)

Cartório eleitoral registrou filas durante o último plantão deste sábado (5)

 

Fotos: Ricardo de Souza

Até às 15h deste sábado (5/05/18), a Justiça Eleitoral está realizando o último plantão com agendamento, antes do prazo final (dia 9). O atendimento é SOMENTE no prédio do antigo fórum, ao lado da prefeitura.

Segundo o chefe de cartório da 88ª Zona Eleitoral, Ricardo de Souza, até o meio-dia tinham passado mais de 200 pessoas no local. É importante que levem a carteira de identidade e um comprovante de residência atualizado, de no máximo três meses atrás.

 

 

A maioria dos atendimentos foi de quem fez o primeiro título de eleitor(a) ou pediu a transferência de outra cidade para Blumenau. Muitos também tem procurado o cartório para regularizar pendências “Ou faltou em alguma eleição, ou acabou cancelado porque não fez a biometria”, lembra Souza. Mas também é possível fazer o titulo para acessibilidade de quem tem necessidade especial no dia da eleição ou alterar o nome para um social.

Enquanto no sábado passado, o plantão focou mais nos agendamentos feitos pela internet, hoje a maior demanda foi de eleitores que ficaram na fila aguardando sua vez. Quem agendou, acaba tendo preferência. Desde quarta-feira (2/05/18), houve uma grande procura pelo cartório eleitoral de Blumenau. Segundo Ricardo Souza, uma média de 400 pessoas passaram diariamente pelo local.

Esse movimento deve ser ainda maior na semana que vem, já que (quarta-feira (9) é o último dia. Nestes três dias, o cartório vai atender sem agendamento e com horário diferenciado, das 9h às 17h.

Ao ser questionado se existe uma estimativa sobre quantos eleitores faltam regularizar a situação do título, Ricardo disse que “esse número é diferente da biometria, quando tínhamos uma meta, porque sabíamos quantos eleitores não haviam feito o cadastro e faltavam fazer. Como o título só é cancelado a partir da terceira eleição em que ele continuar em situação irregular, não temos um objetivo. Impossível prever se uma pessoa está em Blumenau e quer aproveitar para fazer a transferência”, completa Souza.

Cerca de 25 mil eleitores não realizaram o cadastro biométrico em 2016, um número que só reduziu em 5 mil. “Muitos deles não moram mais em Blumenau, mas podem regularizar em outro local. Outro detalhe importante, é que não existe mais o posto da Rua João Pessoa. Somente atendemos no cartório localizado ao lado da prefeitura, no antigo fórum”, finaliza.

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS