Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Carreata em Blumenau contra a paralisação das atividades econômicas neste domingo (29/03)

 

 

 

 

No fim da tarde deste domingo (29/03/20) uma carreata saiu da praça Hercílio Luz, na frente da Fundação Cultural de Blumenau, e seguiu pela Rua XV de Novembro.

Segundo um texto divulgado pelas redes sociais, é uma manifestação que se posiciona contra a paralisação das atividades econômicas em Blumenau. “Defendemos o isolamento vertical, reabertura do comércio e o fim do confinamento para aqueles que precisam sustentar suas famílias.”

O movimento disse que quer dialogar com o município e o governo de Santa Catarina para buscar outras estratégias para combater a pandemia do coronavírus. A intenção é continuar a proteger os grupos de riscos (idosos e pessoas com comorbidades), mas liberando quem está fora deles para que possam voltar às suas atividades profissionais.

Apesar da pauta estar alinhada ao discurso do presidente Jair Bolsonaro, o protesto não seria político. Segundo esse texto, a intenção é demonstrar a insatisfação desse grupo com as medidas adotadas no estado e a preocupação com os efeitos econômicos e sociais.

 

 

Mas não deve ser a única carreata, porque outra estava sendo organizada para sair às 20h30 em frente ao Parque Ramiro Ruediger, localizado na Rua Alberto Stein, no bairro Velha. O trajeto segue pelas ruas Humberto de Campos, 7 de Setembro, Nereu Ramos, Alameda Rio Branco, rua XV de Novembro, contorna a prefeitura, segue pela Avenida Beira Rio, ruas Paulo Zimmermann, 7 de Setembro, contornando os bombeiros, até retornar ao Parque Ramiro.

A orientação é não sair dos veículos evitando a aglomeração de pessoas, que neste momento está proibido pelo decreto 515 do governador Carlos Moisés. A desobediência pode causar a interferência da Polícia Militar. Esse texto que está circulando pelas redes sociais não é assinado por nenhum movimento.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top