sábado, 16 outubro 2021
InícioEconomiaCachaças de Gaspar e Luiz Alves conquistam ouro em evento nacional da...

Cachaças de Gaspar e Luiz Alves conquistam ouro em evento nacional da bebida

Fotos: Divulgação/Acapacq

Os produtores catarinenses conquistaram oito premiações no maior e mais importante evento do setor de produção de cachaça do mundo. A Expocachaça é considerada a vitrine mundial da cachaça e este ano os produtos de Santa Catarina invadiram a capital de Minas Gerais.

Duas cachaças produzidas em Santa Catarina levaram as medalhas de ouro. A Moendão de Ouro (Gaspar) e Bylaardt Extra Premium 8 anos (Luiz Alves) conquistaram, as medalhas de ouro nas categorias Armazenada em Carvalho Americano e Extra Premium Armazenada Acima de 3 Anos. E outras seis cachaças levaram medalhas de prata nas categorias: Branca Pura, Armazenadas em Carvalho Francês e Armazenadas em Madeiras Brasileiras.

De acordo com o presidente da Associação Catarinenses de Produtores de Cachaça, Leandro Batista de Melo, o estado agora passa a ocupar um lugar de destaque na produção de cachaças de alambique de qualidade. “Santa Catarina faz historia pelo segundo ano consecutivo, suplantando tradicionais produtores, tais como: paulistas, gaúchos, cariocas e principalmente os mineiros”, afirma.

Santa Catarina conta com 41 produtores formais de cachaça e 12 deles participaram da Expocachaça em 2018. O evento aconteceu de 7 a 10 de junho, em Belo Horizonte (MG), e reuniu aproximadamente 650 marcas de cachaças vindas de 20 estados brasileiros.

 

 

Premiações e Categorias

Medalhas de Ouro

  • Extra Premium Armazenada Acima de 3 Anos – Bylaardt Extra Premium 8 anos, produzida em Luiz Alves
  • Armazenadas em Carvalho Americano – Moendão Ouro, produzida em Gaspar

Medalha de prata

  • Branca Pura – Sacca Prata e Wruck, produzidas em Luiz Alves
  • Armazenadas em Carvalho Francês – Moendão Ouro, produzida em Gaspar; e para Bylaardt Premium, produzida em Luiz Alves.
  • Armazenadas em Madeira Brasileira – Aretusa Jequitibá,produzida em Içara e Do Conde Bálsamo, produzida em Criciúma.

Fonte: Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS