segunda-feira, 26 julho 2021
InícioGeralBrasil e Argentina fazem superclássico no Mineirão

Brasil e Argentina fazem superclássico no Mineirão

tite_10-11-2016
Tite faz seu primeiro jogo pela seleção contra Argentina e não esconde escalação brasileira – Foto: Rafael Ribeiro

 

Texto: Julio Pollhein

A começar pelas estrelas principais do jogo: Neymar e Messi (ARG), outros ingredientes especiais apimentam a rivalidade do clássico sul-americano, hoje, à noite, às 21h45, em Belo Horizonte. A seleção brasileira lidera as eliminatórias, enquanto que a Argentina vive um período de descrédito com a sua torcida.

Colegas de clube no Barcelona (ESP), os atacantes Messi e Neymar já sinalizaram que não estão nem aí para  rivalidade centenária entre as duas seleções. Juntos, os dois são os terrores dos adversários na Espanha.

O confronto é válido pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.  A CBF colocou a venda 61.949 mil ingressos à disposição do público.

Para o técnico brasileiro Tite (caso de amor com a torcida) que faz o primeiro jogo contra os argentinos dirigindo a seleção, o desafio é repetir o padrão de atuações anteriores, com bom nível técnico. “Trata-se de um jogo entre duas extraordinárias seleções”, pontua o treinador.

A partida de logo à noite marca também a volta da seleção a Belo Horizonte, depois do fatídico 7 a 1 para Alemanha no Mundial de 2014.  Os jogadores Marcelo, Fernandinho, Paulinho e Willian estão entre os convocados de Tite e estavam naquele jogo difícil de esquecer.

 

selecao_10-11-2016
Foto: Lucas Figueiredo

Argentina

Os “hermanos” jogam pressionados já que ocupam o sexto lugar, fora da zona de classificação.  Os argentinos temem o vexame de sua seleção não ir à Rússia em 2018. No entanto, depositam todas as esperanças no ídolo Lionel Messi (dispensa apresentação) para mudar o retrospecto ruim que atravessa a equipe.

Pesquisa popular aponta que 65% dos argentinos não querem mais o técnico: Edgardo Bauza no comando da seleção.  Desde agosto desse ano, quando aceitou o convite para treinar a seleção nacional, não ouve entusiasmo, porem existia a expectativa de melhora.

Ficha técnica

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Argentina: Romero, Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Más; Mascherano, Biglia, Enzo Pérez e Di Maria; Messi e Higuaín. Técnico: Edgardo Bauza

Árbitro:Julio Bascuñan (CHI) Auxiliares: Christian Schiemann e Marcelo Barraza (CHI)

 

 

 

 

 

 

MAIS LIDAS