quarta-feira, 27 outubro 2021
InícioEsporteBrasil conquista sexta medalha no Pan

Brasil conquista sexta medalha no Pan

Divulgação
Divulgação

Texto: Ivan Richard | Edição: Kleber Sampaio

O Brasil conquistou hoje (12) a segunda medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Com 201,8 pontos, Felipe Wu subiu ao lugar mais alto do pódio na pistola de ar de 10 metros do tiro esportivo. Wu superou o americano Jay Shi por uma margem apertada de 2,8 pontos e ainda abriu mais uma vaga para o Brasil na modalidade nas Olimpíadas Rio 2016.

Levando-se em conta ouro, prata e bronze, é a sexta medalha conquistada pelo país nos jogos.

Com o ouro de Felipe Wu, o Brasil subiu uma posição no quadro de medalhas. Após ter caído para a sexta posição de manhã, o país voltou a ocupar o quinto posto no qual fechou o dia no sábado. Mais cedo, o quarteto masculino da canoagem do Brasil – formado por Roberto Maehler, Vagner Souta, Celso Dias e Gilvan Bitencourt – ficou com a prata na final do K4 1.000 metros, chegando atrás apenas do time de Cuba.

Ontem (11), o Brasil conquistou quatro medalhas – três no judô e uma na ginástica artística – e fechou o dia na quinta colocação no quadro geral de medalhas.

A judoca Érika Miranda conquistou o ouro, na categoria 52kg, em disputa contra Ecaterina Guica, do Canadá. Érika já havia sido prata no Pan do Rio de Janeiro, em 2007, e no de Guadalajara, no México, em 2011.

Felipe Kitadai, da categoria ligeiro masculino, também teve chances de conquistar a medalha de ouro, mas perdeu para o equatoriano Lenin Preciado e ficou com a medalha de prata.

Já Nathália Brígida, convocada para substituir a medalhista do ouro olímpico Sarah Menezes, conquistou medalha de bronze, vencendo a luta contra Diana Cobos, do Equador, na categoria 48kg.

A quarta medalha brasileira foi de prata e veio da equipe masculina de ginástica artística, com o medalhista olímpico Arthur Zanetti e os ginastas Lucas Bitencourt, Caio Souza, Francisco Júnior e Arthur Mariano.

Agência Brasil

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS