domingo, 28 novembro 2021
InícioGeralBombeiros Voluntários de SC retornam neste sábado (2/02) e são aplaudidos pela...

Bombeiros Voluntários de SC retornam neste sábado (2/02) e são aplaudidos pela população em Brumadinho (MG)

 

No final da manhã deste sábado (2/02/19) a força-tarefa formada por 28 bombeiros voluntários de Santa Catarina (CBV), organizada para ajudar as vítimas de Brumadinho, retorna ao Estado. A previsão é de chegarem na metade da tarde de domingo (3).

O desastre na mina Córrego do Feijão, que integra o Complexo de Paraopeba, deixou 115 mortos (71 foram identificados), mas ainda há 248 desaparecidos e 395 pessoas foram resgatadas vivas.

Em um vídeo divulgado no final da tarde de sexta-feira (1), o comandante da missão e da corporação de Indaial, Evandro Vinotti, destaca o cansaço das equipes e a energia pesada em função da catástrofe humanitária do local. Durante o dia inteiro foram realizadas buscas nas áreas de derrame do rejeito, e quando localizados partes de corpos, o posto de comando de Minas Gerais era comunicado, que mandava um helicóptero ao local.

O comandante Vinotti agradeceu no vídeo ao comandante das operações, capitão Ranier, do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, ao prefeito e a Defesa Civil, de Brumadinho (MG), pela forma acolhedora que receberam a equipe catarinense.

 

 

Mas o destaque foi o carinho do povo da cidade. “A toda hora vinham profissionais de todas as áreas. Toda hora vinham pessoas querendo nos ajudar, seja nos levando alimentos, se oferecendo para lavar nossas roupas ou cortar o cabelo”, lembra Vinotti.

Um momento emocionante e importante aconteceu durante uma passeata que ocorria próximo da base de operações catarinense, localizada na área da Faculdade ASA. Eles eram familiares das vítimas fatais, que quando passaram na frente do acampamento, pararam e aplaudiram os bombeiros que estavam no local. “Mais do que qualquer pedido de autoridade para participar da operação, esse retorno dos familiares das pessoas que perderam seus entes queridos aqui,foi emocionante”, destaca Vinotti.

 

 

Segundo o subcomandante Edson Berri, da corporação de Indaial, os outros bombeiros voluntários que não puderam participar em Brumadinho, se colocaram a disposição para ajudar no trabalho em suas bases locais. Em determinado, até triplicou a quantidade para atender as demandas das regiões.

“Mesmo que não puderam ajudar em Brumadinho, mas ajudaram reforçando as escalas em sua região. Tivemos situações, que mesmo com parte do efetivo em Minas Gerais, conseguimos não só manter os plantões, mas ainda prestar apoio a outras cidades, como foi o incêndio em Jaraguá do Sul e um acidente em Timbó”, destaca o subcomandante.

A equipe de Santa Catarina viajou à Brumadinho levando seis veículos de emergência, equipamentos, estrutura de alojamento e suprimentos que garantiram autossuficiência por dez dias. Parte da equipe é composta por bombeiros voluntários da Unidade Arcanjo, força-tarefa permanente de Indaial criada em 2002 e que atua em desastres naturais. Esse grupo trabalhou na tragédia do Morro do Baú, em Ilhota (SC), em 2008; no Haiti, após o terremoto que assolou o país em 2010; e nos resgates às vítimas dos deslizamentos de terra em Teresópolis (RJ), em 2011.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS