quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioGeralBombeiros Voluntários de SC já percorreram dois dos seis bairros mais afetados...

Bombeiros Voluntários de SC já percorreram dois dos seis bairros mais afetados em Brumadinho (SC)

 

Fotos: Bombeiros Voluntários de Santa Catarina

Na tarde de quarta-feira (31/01/19), os Bombeiros Voluntários de Santa Catarina iniciaram as buscas pelos bairros Alberto Flores e Parque da Cachoeira, dois dos seis mais afetados pelo rompimento da barragem na mina Córrego do Feijão, que integra o Complexo de Paraopeba, em Brumadinho (MG). O bairro Parque da Cachoeira teve sua parte mais baixa soterrada pela lama de rejeitos.

Segundo o comandante da Missão MG, Evandro Vinotti, nesse primeiro dia de trabalho, um forte temporal trouxe mais medo para os moradores e afetou a segurança da operação. As autoridades já contabilizam 99 mortos e ainda buscam 259 desaparecidos.

 

 

As operações de resgate são coordenadas pelo capitão Ranier Francisco da Costa, comandante da 1ª Companhia Operacional do Terceiro Batalhão de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Nos dois últimos dias, as buscas se concentraram onde ficava o antigo refeitório da Vale.

É realizado monitoramento na área por onde os rejeitos se espalharam, coberta a partir de grupos distribuídos em 18 pontos. Há locais em que a lama se acumula a 10 metros de profundidade, aumentando em muito o trabalho das equipes.

 

 

O desastre  aconteceu na sexta-feira (25/01) e  na manhã desta quinta-feira o grupo retomou o trabalho a partir do bairro Parque da Cachoeira, que teve sua parte mais baixa soterrada pela lama de rejeitos.

Os bombeiros voluntários que fazem parte da força-tarefa catarinense, são das corporações de Indaial, Ibirama, Presidente Getúlio, Ilhota, São João do Itaperiú, Itaiópolis e Balneário Barra do Sul. Eles chegou a Brumadinho no domingo à tarde e no dia seguinte cadastraram dois drones. As equipes estão acampadas na área da Faculdade ASA, próximo do local onde foi montado posto de comando para receber as vítimas.

 

 

Foram levados de Santa Catarina seis veículos de emergência, equipamentos, estrutura de alojamento e suprimentos que garantem autossuficiência por dez dias. O objetivo é trabalhar em cooperação com a Associação de Bombeiros e Equipes de Resgate Voluntários do Estado de Minas Gerais (Volunterminas), Defesa Civil e demais órgãos de segurança.

Parte da equipe que foi a Minas Gerais é composta por bombeiros voluntários da Unidade Arcanjo, força-tarefa permanente do CBV de Indaial criada em 2002 e que atua em desastres naturais. Esse grupo trabalhou na tragédia do Morro do Baú, em Ilhota (SC), em 2008; no Haiti, após o terremoto que assolou o país em 2010; e nos resgates às vítimas dos deslizamentos de terra em Teresópolis (RJ), em 2011.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS