quinta-feira, 2 dezembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusBlumenau tem quatro novos casos de coronavírus, somando um total de seis

Blumenau tem quatro novos casos de coronavírus, somando um total de seis

 

 

 

 

Em transmissão online direto do Salão Nobre da prefeitura, foram passadas as últimas informações sobre os esforços para evitar a proliferação do Covid-19 em Blumenau. A coletiva contou com o Secretário de Promoção da Saúde, Winnetou Krambeck, e o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, com a atualização dos números de casos suspeitos e confirmados na cidade.

De acordo com o Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN), Blumenau tem 22 casos suspeitos, quatro descartados e 18 aguardando o retorno dos exames. Oficialmente nenhum caso foi confirmado como positivo pelo LACEN. Mas pelo laboratório particular contratado pela prefeitura, existem seis casos confirmados, entre eles um casal 40 e 45 anos; além de dois homens. Os quatro últimos são novos e todos estão em isolamento domiciliar.

Os outros dois são da mulher de 29 e do idoso de 72 anos, que estavam internados na UTI, mas já saíram. O homem está na enfermaria, e ela foi liberada para o isolamento domiciliar.Nenhum dos dois casos apresentou a condição mais extrema, que exige o uso de respirador. Um caso positivo que foi confirmado em Blumenau pelo laboratório particular, é de um morador de Gaspar, portanto é contabilizado no município vizinho.

O prefeito disse que segundo a Anvisa, os bloqueios em cidades não dão um retorno real, por isso a prefeitura continua aplicando somente as barreiras orientativas. Ou seja, não adianta evitar que pessoas de fora entrem na cidade para barrar a contaminação se ela já acontece internamente. O que a população precisa entender é que quanto mais se expõe estando fora de casa, maior a chance de contrair a infecção.

O que tem acontecido são famílias indo para os supermercados, que acabam virando shoppings centers e uma “opção de passeio”. Em outras situações, famílias estão aproveitando o período de quarentena para visitar os pais idosos, causando risco de contaminação.

Na segunda-feira (23) começa a funcionar o atendimento dos Centros de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus (CRCSC) em Blumenau, no horário das 7h às 19h. As estruturas estão montadas na Policlínica Lindolf Bell e no ginásio da Fundação Pró-Família.

Nesses locais há tendas montadas pela Defesa Civil e pelo 23º Batalhão de Infantaria, que contarão com técnicos em enfermagem, enfermeiros, farmacêuticos e médicos. Pessoas com sintomas gripais como febre, mal-estar, coriza, tosse ou congestão nasal poderão se dirigir até o local.

Em casos com esses sintomas, aliados a dificuldade de respirar, a orientação é para que as pessoas procurem um pronto-socorro. Nos CRCSC’s não serão disponibilizados testes para saber se alguém tem ou não Covid-19.

Essa medida faz parte do planejamento e organização do Município visando estar preparado para atender um eventual crescimento de casos, possibilitando desta forma, complementar o atendimento nas estruturas e hospitais da cidade.

As plataformas online, como Chat e número de WhatsApp, devem estar disponíveis um dia antes do previsto. Na terça-feira (24) quem tiver os sintomas pode falar antes estudantes de medicina no último ano para buscar orientações. É uma forma de fazer a triagem antes de procurar os centros de referência ou hospitais.

O prefeito Mário Hildebrandt disse que tem um áudio Fakenews dizendo que a prefeitura está ocultando informações. Mas ele lembrou que para ter mais celeridade do que está ocorrendo, contrataram o laboratório particular.

Questionado sobre a possibilidade de prorrogar o estado de quarentena, Hildebrandt disse que o governo ainda não sinalizou nada nesse sentido.

Quanto à questão de fazer higienizações públicas como o que aconteceu em Rio do Sul e Jaraguá do Sul, por enquanto não há nenhum plano nesse sentido. Isso por enquanto só sido feito em alguns espaços públicos como o Parque Ramiro Ruediger e Ginásio do Galegão, que permanecem fechados.

 

Vacinação contra gripe H1N1 (que não protege contra a Covid-19)

A partir de segunda-feira (23), equipes iniciam a vacinação priorizando casas asilares, pacientes internados em hospitais e profissionais da saúde. A vacinação será feita nesses locais até quarta-feira (25), mesmo período em que os profissionais da saúde, também serão contemplados com a vacina, já que estão na linha de frente.

Para os demais idosos, a vacinação inicia a partir da próxima quinta-feira, 26, mas a Secretaria de Promoção da Saúde vai orientar nos próximos dias a forma de acesso aos locais de vacinação visando evitar aglomeração de pessoas e, com isso, o risco de contágio do Coronavírus.

 

Transporte para profissionais da saúde

A partir de amanhã (23), a Seterb também passa a disponibilizar quatro linhas de ônibus para o deslocamento exclusivo de profissionais da área da saúde identificados com crachá.

Os ônibus vão passar por cerca de 50 ruas da cidade, possibilitando o deslocamento dos profissionais da rede pública e privada. O esquema de pagamento é o mesmo do transporte em dias normais, ou seja, utilizando dinheiro ou vale transporte.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS