quinta-feira, 21 outubro 2021
InícioAnimaisBlumenau sedia encontro brasileiro de primatologia

Blumenau sedia encontro brasileiro de primatologia

macaco-bugio

 

Por Aristheu Formiga, da FURB

A FURB, juntamente com o Projeto Bugio, realizará o II Encontro Sul Brasileiro de Primatologia, nos dias 27 e 28 de outubro de 2016, nos auditórios do Bloco J e da Biblioteca Universitária, Campus I, para discutir a saúde e conservação de primatas no sul do Brasil. O Brasil é o país que apresenta a maior riqueza de espécies de primatas no mundo. Entretanto, 25% das espécies estão ameaçadas de extinção devido à perda e fragmentação de habitat, caça, tráfico e doenças.

Para cuidar desse inestimável patrimônio natural é necessário o desenvolvimento de programas de pesquisa, cujos resultados permitem compreender a ecologia dessas espécies e desenvolver estratégias e ações para sua conservação respeitando características sócio políticas e culturais regionais.

O evento pretende abordar a conservação dos primatas e a saúde ecossistêmica, visto que, cada vez mais doenças infecciosas e parasitárias tem exercido papel relevante na saúde pública e na saúde destes primatas. Trata-se ainda de um evento comemorativo aos 25 anos do Projeto Bugio – FURB.

O objetivo geral do evento é promover a apresentação e o debate de problemas relacionados a conservação e manejo de primatas sul brasileiros e suas implicações a saúde ecossistêmica através de palestras, mesas redondas e apresentações de painéis. Tem como público alvo pesquisadores, alunos de graduação e pós-graduação, professores da rede pública de ensino, profissionais e comunidade interessada.

O evento contará com uma plenária, duas mesas redondas, uma palestra e quatro minicursos. Palestrantes confirmados Dra. Márcia Chame (FIOCRUZ), Dr. Fernando Dias de Ávila Pires (UFSC) e Dr. Leandro Jerusalinsky (CPB /ICMBio). No período do evento, o Museu Fritz Müller contará com a Exposição dos 25 anos do Projeto Bugio.

Consulte aqui a Programação

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS