quinta-feira, 27 janeiro 2022
InícioEsporteBlumenau recebe Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica

Blumenau recebe Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica

De 1º a 3 de abril Blumenau sedia o Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica. O evento é uma realização da Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria Municipal de Educação e da Associação Paradesporto de Blumenau (Apesblu). Na sexta-feira, dia 1º, os técnicos e calheiros recebem um curso, com o técnico do Sesi São Paulo, Roberto Ferreira, que estará no município especialmente para realizar o curso.

Além disso, os participantes irão debater sobre a classificação funcional e a chegada das equipes. As competições ocorrem a partir do dia 2 no Complexo Esportivo Bernardo Werner, das 8h às 20h. No domingo, as provas serão das 8h às 12h. Toda a comunidade é convidada a prestigiar.

Neste ano, 45 atletas e 13 equipes integram a competição. Blumenau será representada pelos atletas Igor Vilenei Okopnik e Marcelo Renato Vargas Ribeiro, na modalidade adulto e Nayara Gaulke, competindo pelo paradesporto escolar. O técnico dos paratletas, Rodrigo J. Philippi, explica que a carga de treino está sendo de oito horas semanais. “Temos uma equipe unida e cada vez mais preparada para novos desafios como este circuito catarinense. Sabemos das nossas condições e estamos confiantes que podemos desempenhar um ótimo trabalho”, destaca.

A coordenadora do Projeto Paradesporto Escolar, da Secretaria Municipal de Educação, Giselle Margot Chirolli, salienta que este é o primeiro evento do ano, abrindo oficialmente o calendário de competições . “É um momento de muito aprendizado para os paratletas, professores e também para a comunidade. Este tipo de evento é uma ótima oportunidade para se trabalhar ainda mais a inclusão no município. Os próximos eventos que Blumenau vai sediar serão no mês de maio e ,para finalizar o ano, em dezembro vamos receber o maior evento da Bocha Paralimpica do Brasil “, finaliza.

A coordenadora do Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica, Fayola Bueno, explica que o circuito existe desde 2012 e tem como objetivo qualificar os paratletas e a modalidade. “Este é um evento transformador de pessoas com deficiência em atletas. As parcerias com as Prefeituras são fundamentais para a execução do evento. A Secretaria Municipal de Educação e a Associação Paradesporto de Blumenau também. Com estas ações nós conseguimos engrandecer nossos atletas, o esporte e o evento”, salienta. Ela também destaca que o circuito permite aos atletas uma melhora significativa no desempenho para outras competições.

A Escola Básica Municipal Vidal Ramos servirá como alojamento para os paratletas. A escolha foi realizada não só para valorizar a unidade, mas também angariar fundos para o local, juntamente com a Associação de Pais e Professores por meio da alimentação fornecida para aos competidores.

Texto: Yara Schram | via PMB

 

 

Bocha-Paralimpica_mar2016

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS