segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioGeralBlumenau ainda não registrou nenhum caso de dengue em 2016

Blumenau ainda não registrou nenhum caso de dengue em 2016

Coleta-Dengue-agua

 

Texto: Marília Prado

A vigilância em saúde de Blumenau tem trabalhado intensamente neste período de férias, principalmente no combate ao mosquito transmissor da dengue, da febre de chikungunya e da febre do zika vírus. A efetividade do trabalho garantiu que, apesar de 15 suspeitos, o município não tenha nenhum caso confirmado da doença em 2016. No ano passado, foram 18 confirmados, sendo que todos contraíram dengue em outras cidades.

Durante as férias coletivas da Prefeitura, os 35 agentes e dois fiscais do Combate à Dengue não deram folga ao Aedes aegypti e atenderam mais de 100 denúncias nesses dias, a maioria relacionadas ao descarte inadequado de materiais e lixo, que pode virar foco de proliferação do mosquito.

A fêmea do mosquito deposita seus ovos nas paredes de recipientes que acumulam água, e o clima quente e úmido favorece as condições ideais para proliferação. O diretor de Vigilância em Saúde, Eduardo Weise, lembra da importância de que cada pessoa esteja atenta em eliminar os potenciais criadouros em casa, com atitudes simples como manter caixas d’água tampadas, calhas desentupidas e vasos de plantas sem o prato.

“Já visitamos locais com mais de 200 pneus armazenados incorretamente, que acumulam água da chuva e são possíveis criadouros. A população precisa fazer a sua parte no descarte e armazenamento dos objetos, para que continuemos com os bons resultados”, alerta o diretor.

Blumenau possui atualmente cinco focos de dengue, todos já com armadilhas instaladas e sendo monitorados. Quinzenalmente, os 330 pontos estratégicos são visitados e toda semana as mais de 1200 armadilhas são acompanhadas pelos agentes. As denúncias de possíveis focos de dengue devem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria da Saúde, o 3381-7770.

via PMB

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS