sexta-feira, 21 janeiro 2022
InícioGeralBloqueio do WhatsApp é desproporcional e pune milhões de usuários

Bloqueio do WhatsApp é desproporcional e pune milhões de usuários

whatsapp-mulher

Muitas pessoas usam o WhatsApp para combinar o que fazer, trocar imagens divertidas, e outra usa mesmo para trabalhar. Infelizmente todos estão sendo atingidos pela decisão judicial do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE). São milhões de pessoas reféns desse tipo de situação que pode se repetir.

Entendo que a causa é para tentar buscar informações de uma quadrilha, ou seja, combater o crime, através das mensagens gravadas nos números de celulares investigados. Nas outras vezes esse tipo de medida não deu certo, só atrapalhou nossa vida. Será que dessa vez dará?

O próprio presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, afirmou nesta segunda-feira (02) que o bloqueio do aplicativo WhatsApp em todo o país é uma medida desproporcional porque acaba punindo os usuários do serviço. “O WhatsApp deve cumprir as determinações judiciais dentro das condições técnicas que ele tem. Mas, evidentemente o bloqueio não é a solução”, acrescentou.

E o pior é que segundo Rezende, a Anatel não pode tomar nenhuma medida para restabelecer o serviço, porque não é parte da decisão judicial. O Ministério das Comunicações informou que não vai se posicionar neste momento sobre essa decisão judicial. O aplicativo está bloqueado em todo o país desde as 14h.

Enquanto nenhum desembargador derrubar a decisão através de uma liminar, segue o injusto bloqueio por 72 horas. Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), todas as companhias receberam a intimação e cumprirão a determinação judicial.

Talvez os não usuários estejam pensando “finalmente o pessoal vai curtir mais a vida e parar de mexer no smartphone”. Lamento informar que existem outros milhares de aplicativos que as pessoas podem usar. O WhatsApp realmente se tornou importante para empresas, entidades públicas, etc …

Com informações da Agência Brasil

 

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS