segunda-feira, 18 outubro 2021
InícioSaúdeBalões na frente de hospital chamaram a atenção em Blumenau nesta quarta...

Balões na frente de hospital chamaram a atenção em Blumenau nesta quarta (29/09)

No Dia Mundial do Coração, pronto atendimento comemora um ano sem mortes de pacientes que chegaram infartados.

A fachada do Hospital Santa Catarina, em Blumenau, amanheceu tomada por balões vermelhos nesta quarta-feira (29/09/21). Dois motivos motivaram a celebração. O primeiro é o Dia Mundial do Coração, realizado em todo o mundo em 29 de setembro para lembrar a importância dos cuidados com a saúde e a manutenção de hábitos saudáveis. Mas a iniciativa é também a celebração de um recorde: há um ano não são registradas mortes de pacientes que deram entrada no pronto-atendimento por infarto.

Os números são da Cardioprime, clínica especializada em cardiologia e responsável técnica pelo pronto-atendimento do coração do Hospital Santa Catarina. O cardiologista Júlio Cesar Schulz comenta que os números refletem protocolos bastante rígidos, tecnologia e informação. “Nós estamos adotando padrões e indicadores bastante desafiadores que são cumpridos com muito esmero pelas equipes que fazem esse primeiro atendimento. Isso nos dá agilidade na hora de tomar decisões que zelem pelo bem-estar do paciente”, comenta. “Também contamos com a tecnologia, com um Centro de Hemodinâmica preparado e disponível para procedimentos emergenciais”, diz.

O terceiro e fundamental fator, de acordo com o cardiologista, é a informação. “Estamos trabalhando muito para levar conhecimento sobre a seriedade das questões que acometem a saúde cardiovascular, conscientizando as pessoas da importância de procurar o atendimento rapidamente em caso de sintomas. O curto tempo entre o infarto e a chegada ao pronto atendimento é fundamental para salvar a vida dos pacientes”, destaca Júlio.

Os números de pacientes salvos foram levantados por conta do Dia Mundial do Coração e do Setembro Vermelho. “Sabemos que temos que olhar para esse resultado com cautela devido a gravidade dos quadros de infarto e que a manutenção mortalidade zero é utopia no tratamento desse tipo de doença. Apesar disso, celebramos a solidez dos nossos resultados. Temos uma média de mortalidade de 4% nos últimos cinco anos. Esses números de salvamento são comparáveis aos melhores centros do mundo”, finaliza Júlio.

Dia Mundial do Coração fala sobre prevenção

Criado em 2000 pela World Heart Federation (WHF), o Dia Mundial do Coração é um alerta sobre a importância de zelar pela saúde do coração e por hábitos mais saudáveis. De acordo com a organização internacional, 17 milhões de pessoas morrem anualmente no mundo por conta de problemas cardiovasculares. Só no Brasil, 300 mil pessoas terão perdido a vida por doenças do coração até o fim desta quarta-feira (29).

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS