sábado, 22 janeiro 2022
InícioGeralAvança cooperação entre Brasil e Estados Unidos em segurança cibernética

Avança cooperação entre Brasil e Estados Unidos em segurança cibernética

Pesquisadores e representantes dos governos do Brasil e dos Estados Unidos se reuniram na Flórida para a segunda etapa do workshop em segurança cibernética. | Foto: Divulgação / Sepin
Pesquisadores e representantes dos governos do Brasil e dos Estados Unidos se reuniram na Flórida para a segunda etapa do workshop em segurança cibernética. Foto: Divulgação / Sepin

 

Brasil e Estados Unidos formalizaram um acordo para lançar chamada pública conjunta para pesquisas em segurança cibernética. A cooperação foi discutida na segunda etapa do US Brazil Workshop on Cyber Security and Privacy, realizado na Flórida, nos Estados Unidos. A primeira etapa foi realizada em Brasília, em dezembro do ano passado.

Na segunda etapa, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a National Science Foundation (NSF) dos Estados Unidos assinaram memorando de entendimento para avançar na cooperação em cibersegurança. A previsão é que a chamada de pesquisas seja lançada em junho.

“O esforço do MCTI é fazer com que universidades e pesquisadores brasileiros estejam à frente das soluções tecnológicas seguras, e a cooperação com os Estados Unidos vai permitir a troca de conhecimentos, o intercâmbio de profissionais e o desenvolvimento conjunto de pesquisas na área”, avaliou o coordenador substituto de Software e Serviços de TI da Secretaria de Políticas de Informática do MCTI, Marcos Vinícius Guimarães.

Segundo ele, a chamada conjunta deve apoiar, principalmente, pesquisas nas áreas de segurança e privacidade na rede, sistemas humanos cibernéticos/Internet das Coisas e detecção de malware em crimes cibernéticos.

Durante a primeira etapa do workshop em Brasília, o ministro Celso Pansera lembrou a visita da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos em junho de 2015, quando foi acertado o compromisso de construir uma política de segurança cibernética.

Fonte: MCTI

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS