terça-feira, 25 janeiro 2022
InícioEconomiaArrecadação de Gaspar cresce 13% em 2021

Arrecadação de Gaspar cresce 13% em 2021

Um dos principais indicadores para esse resultado é o crescimento da arrecadação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

A instalação de novas empresas em Gaspar vem colocando a cidade na rota do desenvolvimento, com a crescente geração de empregos e o aquecimento da economia, mesmo com os impactos causados pela pandemia da Covid-19 que atingem todo o país.

Prova disso é que, de acordo com os dados da Secretaria da Fazenda e Gestão Administrativa, a Prefeitura de Gaspar arrecadou R$ 171.814.739,88. A projeção até final de dezembro é de R$ 185.669.739,88, um crescimento de 13%, ou seja, cerca de R$ 21 milhões a mais em relação a 2020.

Um dos principais indicadores para esse resultado é o crescimento da arrecadação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que, no período de janeiro a dezembro de 2021, totalizou mais de R$ 21 milhões. O valor é 21,51% a mais quando comparado com o ano 2020, quando o valor arrecadado era cerca de R$ 18 milhões. A arrecadação do ISSQN teve um aumento de 74% desde 2016, quando o número era R$ 12,5 milhões.

“Gaspar vem se destacando no desenvolvimento econômico. Essa é uma notícia muito importante para a nossa cidade. Tivemos mais um excesso de arrecadação neste ano, desta vez da ordem de R$ 21 milhões, sem aumentar impostos, apenas com o aquecimento da economia local. Esses recursos nos possibilitarão investir em áreas importantes para melhorar, ainda mais, a qualidade de vida dos gasparenses”, destaca o secretário da Fazenda e Gestão Administrativa, Jorge Luiz Pereira.

Outro dado importante da secretária da Fazenda é que o município supera a arrecadação tributária em diversos fatores. Um dos exemplos é a arrecadação do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) que teve um aumento de 18,98% e da cota-parte do ICMS com 19,08% a mais do que em 2020.

Entre as ações que ajudaram a prefeitura a ampliar as receitas com a arrecadação de tributos é o Programa de Recuperação Fiscal (Refis). A Dívida Ativa, que era de R$ 3,2 milhões, em 2020 para passou para R$ 5,4 milhões em 2021. Um salto de 67% de aumento. Os investimentos recuperados são destinados à saúde, educação, entre outros. O prazo para renegociar dívidas com o fisco municipal é até o dia 17 de dezembro.

De acordo com o prefeito Kleber Wan-Dall, os números representam o trabalho que é realizado. “Os resultados de 2021 consolidam os esforços que realizamos durante a gestão no sentido de empreender um controle fiscal para alcançar o equilíbrio nas contas públicas, o pagamento em dia das obrigações para com os servidores públicos, e as de obras imprescindíveis demandadas pela população”, finaliza.

Confira a arrecadação de Gaspar em 2021

IPTU: R$ 11.856.103,67
ITBI: R$ 6.189.155,17
ISSQN: R$ 21.963.069,30
TLLF: R$ 1.614.322,11
Cota Parte ICMS: R$ 77.046.411,50
TAXAS: R$ 8.509.405,52
COSIP: R$ 5.506.310,79
IPVA: R$ 10.287.557,31
FPM: R$ 37.235.383,69
Dívida Ativa: R$ 5.462.020,82

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS