sábado, 18 setembro 2021
InícioGeralA Anistia Internacional fez um filme sobre nossa Copa que até assusta

A Anistia Internacional fez um filme sobre nossa Copa que até assusta

Filme-Anistia-Internacional-Copa2014_01

Os protestos de rua contra os gastos da Copa do mundo tem chamado a atenção internacional. Não é a toa, depois de observar a violência nas ruas, especialmente de vândalos que não estão lá exatamente para protestar e sim fazer vandalismo.

A Anistia Internacional lançou um filme, que está sendo divulgado no Youtube, onde desvia a culpa não para os vândalos, mas para a força policial. Eles cometeram exageros, disso não há a menor dúvida. Mas não podemos esquecer de quem promove a arruaça e depredação geral.

Filme-Anistia-Internacional-Copa2014_03

Filme-Anistia-Internacional-Copa2014_02
No filme, a seleção está em campo e o adversário são os policiais. Quando o jogo começa, eles jogam pesado com agressões. Imagens de protestos vão passando, onde mostra a reação policial com armas. Segue o texto publicado, traduzido com o auxílio do Google Translator.

 

A preparação para a Copa do Mundo fez com que as manifestações de grande escala e protestos públicos, em que a polícia respondeu com uso da força, e em alguns casos armas “menos letais”, como gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Os protestos devem continuar nas próximas semanas e o Congresso brasileiro está considerando novas leis que poderiam ser usados ??para reprimir manifestantes. Além disso, a legislação e o treinamento inadequado para as ações de policiamento, representam um risco de mais lesões a manifestantes devido ao uso excessivo da força pela polícia.

Todo mundo tem o direito de protesto pacífico – para exercer seus direitos humanos à liberdade de expressão e de reunião pacífica – e o Governo brasileiro tem o dever de assegurar que eles possam. É por isso que nós estamos dando ao governo brasileiro um cartão amarelo!

Juntos, podemos usar a nossa liberdade de expressão para lhes enviar um aviso.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS