segunda-feira, 18 outubro 2021
InícioAnimaisAnimais do Zoo Pomerode recebem cuidados especiais no Inverno

Animais do Zoo Pomerode recebem cuidados especiais no Inverno

 

Zoo-Pomerode_inverno_02

Ação conta com calefação e camas de palha nos recintos, além de reforço na alimentação

Texto: Letícia Oberger

POMERODE/SC – Assim como nos dias quentes do Verão, os animais também precisam de cuidados especiais quando os termômetros começam a baixar. Os macacos e répteis são os que mais sofrem no Inverno, já os ursos e pinguins praticamente não sentem a chegada da estação mais fria do ano. Para proporcionar mais conforto e segurança aos bichinhos, o Zoo Pomerode realiza diversas ações ao longo do ano, principalmente em tempo de mudança climática. Desde maio deste ano, os animais já estão sendo preparados para enfrentar o frio.

A iniciativa faz parte do programa de bem-estar que é coordenado pelo setor técnico do parque. Nos recintos dos répteis e dos primatas, como os micos-de-cheiro, é aplicado o sistema de calefação, para que o ambiente fique mais parecido com o habitat natural. Outros primatas, canídeos e felinos são agraciados com camas de palha. Além disso, os profissionais do setor de nutrição do zoológico também aumentam as quilocalorias da alimentação de todos, inserindo no cardápio alimentos como pinhão, castanhas, coco, sardinha (para os carnívoros) e óleo de peixe (para os ursos). Esses itens, no resto do ano, são usados apenas como petiscos e no Inverno incrementam as refeições.

Zoo-Pomerode_inverno_01

De acordo com o biólogo do Zoo Pomerode, Cláudio Hermes Maas, ações como essa são necessárias para a sobrevivência dos animais que vivem em zoológicos, pois os bichinhos ligados diretamente à natureza encontram formas de se protegerem naturalmente. “Além disso, esses animais não são naturais da região Sul, logo, não estão acostumados com as baixas temperaturas daqui e, portanto, precisam de mais cuidados. Espécies como cobras, micos-de-cheiro, macaco-aranha, macaco-barrigudo, chimpanzé e micos-leões são comuns nas regiões tropicais e equatoriais, mais quentes que aqui”, complementa.

Zoo-Pomerode_inverno_04

O gerente executivo do Zoo Pomerode, Maurício Bruns, destaca que o compromisso do zoológico não é ser uma vitrine, mas sim um ambiente que cuida da vida dos animais e um lugar onde eles possam viver com todo conforto. Para quem quiser visitar e conhecer de perto todas essas curiosidades, o Zoo Pomerode fica aberto diariamente das 8h às 18h.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS