terça-feira, 27 julho 2021
InícioGeralAAPPM arrecada mais de R$ 44 mil com pedágio em Blumenau

AAPPM arrecada mais de R$ 44 mil com pedágio em Blumenau

 

 

 

A Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM) arrecadou R$ 44.042,55, no pedágio do último sábado (6/04/19). O dinheiro será usado na compra de móveis e equipamentos para a nova sede, que está sendo finalizada, com todas as adaptações necessárias para atender com mais conforto. “No ano passado, arrecadamos R$ 34.750,90. Este ano superamos nossa meta e estamos muito satisfeitas. Será possível equipar a casa”, declara a vice-presidente da entidade, Edina Esmeraldino.

 

 

A vice-presidente diz que mais do que o dinheiro, os organizadores ficaram impressionados com a solidariedade. “Muitos levaram capas de chuva para algumas das crianças que estavam conosco. Outros levaram lanches e água para os voluntários. Foi muito bonito de ver esse engajamento. Só temos a agradecer a todos que nos ajudaram de alguma forma”, declara.

 

 

A AAPPM é uma ONG que atende pessoas com Mielomeningocele e tem por missão promover ações de prevenção, proteção, orientação e amparo às pessoas com deficiência física em decorrência desta patologia. A Mielomeningocele é uma malformação da coluna que ocorre nos primeiros meses de gestação que está associada à falta de nutrientes e deficiência de ácido fólico. Por isso, logo após o nascimento é necessário uma intervenção cirúrgica para o fechamento da lesão.

As pessoas que nascem com essa malformação podem apresentar diversas disfunções como: hidrocefalia, incontinência urinária e fecal, distúrbios sensitivos, e ortopédicos (má formações ósseas), nos membros inferiores; pés com deformidades e paraplegia, exigindo acompanhamento médico vitalício.

A instituição atende 85 famílias de toda a região do Médio Vale e Vale do Itapocu, realizando encaminhamento para rede pública de serviços, fornecendo atendimento de fisioterapia neurológica, pilates, serviço social, serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, garantia de direitos, e até alojamento para as famílias que não moram em Blumenau, ficarem durante os atendimentos.

Atualmente, a AAPPM se mantém com recursos próprios.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS