segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioEventos800 mil lâmpadas e árvore de Natal com 20 metros são as...

800 mil lâmpadas e árvore de Natal com 20 metros são as novidades da casa mais iluminada do Brasil

 

 

 

Fotos: Marlise Cardoso Jensen

Na noite deste sábado (23/11/19) ocorre o acendimento das luzes na casa do eletricista Martin Grodiski, localizada na Rua Antonina, nº 163, no bairro Itoupava Norte, em Blumenau. As novidades de 2019 são as 800 mil lâmpadas e uma árvore de 20 metros de altura decorada com cerca de 25 mil lâmpadas.

Na programação terá a chegada do Papai Noel com distribuição de balas, cachorro quente e refrigerante para as crianças. Grodiski pede ajuda para que comércios ou particulares possam ajudar na doação de balas, já que tudo é gratuito.

 

 

 

Às 17h a via será fechada e iniciada a montagem dos brinquedos infláveis. Uma hora depois, começam a ser entregues os alimentos que serão servidos e preparados por voluntários. Falando em ajudar, uma caixinha será colocada no local para receber contribuições espontâneas em dinheiro cujo valor será totalmente doado para a campanha em prol de Antonella.

Um ato religioso inicia às 19h30min, celebrado pelo Frei Nelson Hillesheim da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e o Padre Marcelo Martendal da Catedral São Paulo Apóstolo. Após a cerimônia, acontece a esperada hora do show dos fogos de artifício e o acendimento das luzes. Como nos outros anos, terá a apresentação do grupo de Terno de Reis.

O espaço é totalmente gratuito e ficará aberto todos os dias para visitação a partir das 19h30min, até 6 de janeiro. Quem quiser ajudar pode pedir mais informações ligando para o eletricista Martim através do celular (47) 99963-6633 .

 

A inspiração para fazer a casa iluminada vem da infância

Em entrevista ao portal OBlumenauense no ano passados, Grodiski disse que a paixão pelo Natal vem desde a infância em Luis Alves (SC) onde nasceu. “Somos em nove irmãos. Quando a mãe sempre enfeitava a árvore de Natal, fazia em nove partes, a mais alta quem decorava era a filha mais velha. Eu era o segundo mais novo. Quando chegava o dia 24, antes do Papai Noel vir, nós rezávamos e cantávamos. Ganhávamos um simples doce de Natal e aquilo era um grande presente. Quando acendiam aquelas velinhas coloridas, aquilo preenchia nosso Natal”, lembra.

Mais tarde quando fez o curso de eletrotécnica para trabalhar como eletricista, a paixão aumentou ainda mais. “Se aquela luzinha (vela) já dava um brilho, imagina uma iluminação de Natal de verdade com energia elétrica.Quando minha primeira filha tinha uns 8 meses, e eu percebi que ela também gostava, fiquei ainda mais motivado. Há 23 anos atrás, coloquei em torno de 2,5 mil lâmpadas pela janela, porta e chamou a atenção do meu vizinho” comentou o eletricista.

Confira a entrevista feita em 2018:

 

 

Confira imagens do dia 24 de novembro de 2018

 

 

 

 

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS