sábado, 22 janeiro 2022
InícioGeral5 dicas de como as pessoas podem preservar sua imagem nas redes...

5 dicas de como as pessoas podem preservar sua imagem nas redes sociais

As recentes polêmicas nas redes sociais envolvendo brasileiros na Copa da Rússia, geraram impactos na vida pessoal e profissional dos envolvidos. No caso dos torcedores que falaram palavras de baixo escalão pedindo para uma russa repetir, causou constrangimento do próprio país.

Gabriel Falcione,  especialista em comunicação digital do grupo Imagem Corporativa, separou os principais cuidados para os internautas. São lembranças essenciais do que comentários, vídeos e fotos podem gerar.

1. Alcance

A primeira coisa a se pensar antes de emitir qualquer opinião é que as redes sociais foram feitas para gerar visibilidade rapidamente para um post, a famosa viralização. Dentro de meia hora, por exemplo, aquele comentário aparentemente inofensivo pode estar sendo lido – e descurtido – por milhões de pessoas.

2. Comportamento

Usar o poder das redes sociais para compartilhar visões de mundo anacrônicas e preconceituosas, como machismo e homofobia, é a maneira mais rápida e garantida de passar vergonha e, em alguns casos, perder o emprego. Já está mais do que na hora de rever esses conceitos, não?

3. Lembre-se do print screen

Este é o recurso mais poderoso na hora de gerar repercussão negativa para algum post. Por mais que a pessoa apague a publicação depois de perceber que mandou mal, alguém certamente já fez um print, tornando aquele deslize praticamente eterno.

4. Álcool vs Celular

O celular pode ser um aliado na hora da bebedeira apenas para chamar um táxi para voltar para casa. Gravar vídeos, áudios de WhatsApp e postar fotos com umas a mais na cabeça é a senha para cometer algum deslize imperdoável.

5. Tanto na vida pessoal quanto na profissional

Não existe essa coisa de rede social profissional e rede social pessoal. Você é uma única pessoa e seus chefes, parceiros comerciais e sua rede de contatos irão julgá-lo pelo seu comportamento não apenas no LinkedIn mas também em outras redes sociais. Fique esperto.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS