sábado, 27 novembro 2021
InícioGeral251 mil telespectadores catarinenses ficarão sem sinal de TV se não se...

251 mil telespectadores catarinenses ficarão sem sinal de TV se não se digitalizarem

 

 

No dia 5 de dezembro, o sinal analógico de televisão será desligado em 13 cidades em Santa Catarina. Além de Blumenau, Jaraguá do Sul e Joinville, o sinal também será desligado em Araquari, Balneário Barra do Sul, Gaspar, Guaramirim, Indaial, Luiz Alves, Massaranduba, Pomerode, São Francisco do Sul e Schroeder. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

Nestas 13 cidades, com uma população de 1.402.981 pessoas, 251 mil ainda não se digitalizaram ou retiraram o kit gratuito distribuído pela Seja Digital, instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. “Trabalhamos para que a informação sobre o desligamento do sinal analógico de TV chegue a toda população e todos possam se preparar com antecedência, pois o sinal digital já está disponível”, diz Cheila Zortéa, gerente regional da Seja Digital. Ao todo, no estado, mais de 61 mil pessoas tem direito ao kit e, até o momento, apenas 29.578 retiraram o kit.

Para marcar o DIA D, na próxima segunda-feira, 05 de novembro, serão realizadas diversas ações para informar a população e realizar o agendamento. Confira a agenda:

Blumenau:
Data e horário: segunda-feira (5/11), das 10h às 18h
Local: Rua XV de Novembro – em frente a Igreja
Mobilizadores para Agendamentos, Mascote, Tenda e Balcões com TV

Joinville:
Data e horário: segunda-feira (5/11), das 9h às 19h
Local: Praça da Bandeira – Centro
Tenda de atendimento na praça com serviço de agendamento, informação, pipoca, algodadão doce, mascot e atração cultural

Jaraguá do Sul:
Data e horário: segunda-feira (5/11), das 9h às 19h
Local: Praça Angelo Piazera
Atendimento e agendamento

 

 

Informações sobre a digitalização

Saiba se a sua casa já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

1) Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser digital e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

2) Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não estiver preparado para receber o sinal digital, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor, consulte o manual do fabricante.

3) TV paga ou parabólica: Se você utiliza algum desses serviços, não será necessário adaptar sua TV ou antena. Em todo caso, entre em contato com sua operadora ou com um antenista para garantir a continuidade do serviço em todos seus televisores.

4) Inclusão Digital

A população deve acessar clicando aqui ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos.

Por meio desses canais, a população também poderá tirar dúvidas sobre as mudanças trazidas pela TV digital e sobre como se preparar para receber o novo sinal. Outra alternativa, também, é visitar um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua residência e procurar pelo ponto de apoio da Seja Digital para esclarecer dúvidas ou agendar a retirada do kit.

Digitalização passou por grandes cidades

Mais de 650 cidades brasileiras já passaram por essa mudança, incluindo a regiões de Brasília, São Paulo, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza, Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, São Luís, Aracaju, Belém, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Teresina, Cuiabá, Macapá, Palmas, Porto Velho, Boa Vista, Campo Grande, Rio Branco, Juazeiro do Norte e Sobral. Durante o processo, a entidade realiza diversas ações com o objetivo orientar, informar e oferecer suporte didático a toda população por meio de campanhas de comunicação e mobilização social. Com o desligamento do sinal analógico, os moradores dessas cidades passaram a assistir os canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital, que transmite a programação gratuitamente com imagem e som de cinema. Às famílias que têm direito aos equipamentos, a Seja Digital já distribuiu mais de 11,9 milhões de kits.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS