terça-feira, 25 janeiro 2022
InícioGeral2017: um ano para comemorar no paradesporto de Blumenau

2017: um ano para comemorar no paradesporto de Blumenau

Números divulgados pela prefeitura de Blumenau, mostram que 2017 foi um ano excelente para o Paradesporto Escolar, da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O programa atendeu 316 alunos, entre crianças e adolescentes; o número de polos nos bairros da cidade passou para 65; e foi criada a 10ª modalidade paradesportiva a ser oferecida gratuitamente pelo município, a equoterapia.

Além dos números, as premiações também aumentaram, incluindo troféus e medalhas inéditas para as equipes de Blumenau, como o troféu Circuito Loterias Caixa de Melhor Equipe Cadeirante do Sul do país, além do título de campeão no atletismo feminino para deficientes físicos e o de vice-campeão no atletismo feminino para deficientes intelectuais nos Parajasc.

 

 

Os atletas do Paradesporto de Blumenau conquistaram ainda uma medalha de prata e outra de bronze no Parapanamericano de Jovens e obtiveram três convocações para a Seleção Brasileira. O programa teve também cinco alunos beneficiados pelo Bolsa Atleta, em função dos resultados alcançados.

 

Coordenadora do programa Paradesporto em Blumenau, Giselle Margot Chirolli

 

O trabalho ganhou tamanha relevância, que recebeu inclusive a visita do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) durante o ano, para a avaliação dos alunos. Para a diretora do Paradesporto, Giselle Margot Chirolli, os resultados demonstram a importância do trabalho desenvolvido em Blumenau e a necessidade de inclusão. “Os maiores beneficiados são os alunos e suas famílias, pelas experiências que adquirem e pela melhora em sua autoestima e qualidade de vida”, complementa.

Além de reunir importantes parceiros, como a Associação do Paradesporto de Blumenau (Apesblu) e a Unimed, o programa contou com investimento de aproximadamente R$ 1 milhão da Prefeitura de Blumenau em 2017, para o custeio de 29 professores e outros requisitos para a realização das aulas. As atividades serão retomadas em 2018 com a abertura de matrículas para novos alunos, abrangendo as modalidades de tênis de mesa, judô, natação, natação para bebês, basquete sobre rodas, atletismo, bocha paralímpica, goalball, ginástica artística e equoterapia.

Com informações de Aline Franzoi Santos Fleith, da PMB

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS