quinta-feira, 2 dezembro 2021
InícioEventos1ª Semana de Luta contra a Homofobia de Blumenau acontece em maio

1ª Semana de Luta contra a Homofobia de Blumenau acontece em maio

1a-Semana-Luta-HomofobiaEvento alerta: Brasil responde por quase metade das mortes por preconceito sexual no mundo

Entre os dias 18 e 23 de maio o coletivo LGBT Liberdade, criado há sete anos em Blumenau, vai promover reflexões sobre o direito à livre orientação sexual e identidade de gênero, através de debates, intervenções culturais, ações junto à comunidade e ao poder público da cidade.

O evento, que traz o tema “Homofobia mata! Seus direitos + Meus direitos = Direitos humanos!”, será gratuito e aberto ao público. “Queremos dar visibilidade à população LGBT, que corresponde a 10% do total, ao mesmo tempo, denunciar a homo/lesbo/transfobia, que são grandes limitadoras da cidadania plena”, explica Lenilso Luis da Silva, integrante do movimento.

A manifestação é garantida pela Lei Municipal nº 7302, de 17 de junho de 2008, criada pela ex-vereadora Maria Emília de Souza, que institui a “Semana de Luta Contra a Homofobia” no município de Blumenau.

Números da violência no país

O Brasil responde por 44% dos casos letais de homofobia no mundo. De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), a cada 28 horas uma pessoa morre vítima de preconceito sexual – só no ano passado foram 312 assassinatos no território nacional. O número, que cresce anualmente, pode ser ainda maior, já que este tipo de violência ainda não é criminalizada e muitos boletins de ocorrência não especificam o ato como discriminação sexual. Outra pesquisa, do coletivo Transrevolução, aponta que 90% das travestis e transexuais brasileiras se prostituem e que a expectativa de vida é de apenas 35 anos, contra 74 para o resto da população.

Apesar de não existir lei federal que proteja essas pessoas, uma pesquisa divulgada pelo IBGE em 2011 apontou que 79 cidades brasileiras já possuíam legislação municipal para combater o crime. “A morte é o estopim da violência, mas antes disso há uma série de privações e humilhações diárias que caracterizam a homofobia. Desde não poder andar de mãos dadas em público, casar, doar sangue, adotar crianças. Convidamos toda a comunidade para lutar contra o preconceito e participar do ato público em frente à praça do Teatro Carlos Gomes, no dia 23” comenta Fabio Hostert, integrante do movimento.

Homofobia Mata! Seus direitos + Meus direitos = Direitos Humanos

18 de maio: Palestra “Neuroimagem do cérebro trans”
20h30 às 22h – Auditório Bloco J Furb (campus 1)
Atividade organizada pelo Centro Acadêmico de Psicologia

19 de maio: Palestra “Aspectos jurídicos, direitos e deveres da profissão de psicólogo em relação à população LGBT / Comissão da Diversidade Sexual da OAB de Blumenau”
20h às 22h – Auditório Bloco J da Furb (campus 1)
Atividade organizada pelo Centro Acadêmico de Psicologia

20 de maio: Roda de conversa “Gênero e sexualidade no ambiente escolar”
18h30 – Sala S 113 (sala teatro, campus 1 da Furb)
Mediadora: professora Gabriela Silva

21 de maio: Uso da tribuna na Câmara dos Vereadores
15h – Plenário da Câmara Municipal de Blumenau

22 de maio: 1º Sarau “Asloka”
21h – Fundação Cultural de Blumenau
Inscrições através do link: http://migre.me/pL5OX

22 de maio: Ato público “Homofobia mata! Seus direito + Meus direitos = Direitos Humanos”
10h às 13h – Praça do Teatro Carlos Gomes

Contatos: Lenilso (47) 9268-7675
Facebook – Liberdade Blumenau LGBT

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS